últimas notícias

Aliados de Doria agem para derrubar dirigentes do PSDB que atuaram contra o tucano na campanha

A executiva do partido em SP fez uma autoconvocação nesta terça (19) e decidiu impedir a realização de convenções que elegeriam o comando do partido em 33 municípios no domingo (24) Por Folhapress De São Paulo

Aliados do governador João Doria agiram para afastar das estruturas de comando do PSDB quem não apoiou o tucano na campanha. A executiva do partido em São Paulo fez uma autoconvocação nesta terça (19) e decidiu impedir a realização de convenções que elegeriam o comando do partido em 33 municípios no próximo domingo (24).

A intervenção ocorreu em todas as cidades em que a cúpula partidária local é ligada a quem atuou contra Doria na disputa pelo governo de São Paulo.

Santos é a principal cidade entre as que foram alvo da proibição do diretório estadual do PSDB. O objetivo do grupo de Doria é barrar a permanência de aliados do prefeito Paulo Alexandre Barbosa, aliado de Geraldo Alckmin (PSDB-SP), na cúpula da legenda. Barbosa trabalhou abertamente pela candidatura Márcio França (PSB-SP), que foi ao segundo turno contra Doria.

Aliados do governador tucano querem emplacar uma comissão provisória ligada a João Paulo Papa, que será candidato à prefeitura no ano que vem. Barbosa foi expulso do partido e recorreu. O PSDB analisa o caso nesta quarta (20).

O presidente do PSDB paulista, Pedro Tobias, não participou da reunião e publicou uma mensagem no grupo de WhatsApp do diretório de São Paulo na qual diz que a convocação da reunião para suspender as convenções configura "uma censura prévia e seletiva e atenta contra a democracia partidária".

"Diretórios devem ser conquistados no voto e, caso haja qualquer irregularidade no processo ou não haja a representatividade necessária, o Diretório Estadual tomará as medidas adequadas à posteriori", escreveu Tobias.

O grupo ligado a Tobias e a Geraldo Alckmin, aliado do prefeito de Santos, acredita que Barbosa vai judicializar a questão.


*Por Julia Chaib, da Folhapress

Tops da Gazeta