últimas notícias

Comandante da Polícia Ambiental de São Paulo irá presidir o ICMBio

O ICMBio é responsável pela gestão das áreas protegidas no país e estava sem presidente desde a segunda (15), quando o veterinário Adalberto Eberhard pediu demissão do posto Por Folhapress

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, escolheu o comandante da Polícia Ambiental de São Paulo, coronel Homero de Giorge Cerqueira, para presidir o ICMBio (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade).

A confirmação foi feita nesta quarta-feira (17) pelo MMA (Ministério do Meio Ambiente).

O ICMBio é responsável pela gestão das áreas protegidas no país e estava sem presidente desde a segunda-feira (15), quando o veterinário Adalberto Eberhard pediu demissão do posto.

"Ele [Cerqueira] é um excelente policial militar ambiental, competente e dedicado. Fará um grande trabalho", disse o ministro à reportagem.

O novo presidente é doutor em educação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, bacharel em Direito pela Universidade de Guarulhos e em Ciências Policiais de Segurança e Ordem Pública pela Academia do Barro Branco. O nome dele como principal cotado foi antecipado pelo jornal Folha de S.Paulo.

A saída de Eberhard ocorreu dois dias depois de o ministro ter ameaçado investigar agentes do órgão ambiental durante evento no Rio Grande do Sul, com a presença de ruralistas. O episódio ocorreu em Tavares, a 140 km de Porto Alegre.

Salles ameaçou processar administrativamente funcionários do ICMBio por não comparecerem ao evento. O problema é que os servidores não haviam sido chamados.

A iniciativa não foi a primeira ação contra os servidores ligados ao ministério.

Recentemente, foi exonerado o funcionário que multou Jair Bolsonaro por pescar em área protegida, em 2012. O presidente também desautorizou uma operação contra desmatamento ilegal que estava em andamento.

Tops da Gazeta