X

LUTO

Morre Wilsinho Fittipaldi, ícone do automobilismo brasileiro, aos 80 anos

Wilsinho teve uma parada cardíaca no dia 25 de dezembro e estava internado em São Paulo desde então

FOLHAPRESS

Publicado em 23/02/2024 às 10:50

Atualizado em 23/02/2024 às 10:53

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Wilsinho Fittipaldi morre aos 80 anos / Reprodução

Wilson Fittipaldi Jr, pioneiro no automobilismo brasileiro e ex-piloto da Fórmula 1, morreu nesta sexta-feira (23) aos 80 anos, pouco menos de dois meses após passar mal.

Faça parte do grupo da Gazeta no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.


Wilsinho teve uma parada cardíaca no dia 25 de dezembro e estava internado em São Paulo desde então. Ele foi encaminhado à unidade da Prevent Senior no Itaim, bairro da capital paulista, e reanimado no pronto-socorro do hospital.

O ex-piloto engasgou com um pedaço de carne no almoço do último Natal. A data era também o dia de seu aniversário.

Familiares não conseguiram retirar o alimento, e ele teve uma parada cardíaca. A informação foi confirmada ao UOL por uma pessoa próxima à família Fittipaldi.

Wilsinho ficou sedado e intubado. O irmão de Emerson Fittipaldi passou por uma tentativa de retirar a sedação para acordar, mas começou a ter espasmos. 

QUEM FOI WILSINHO

Irmão mais velho do também ex-piloto Emerson Fittipaldi e filho de Wilson Fittipaldi, ex-radialista que ficou conhecido como 'Barão'.

Ele começou na Fórmula Vee, no final da década de 1960. Depois, passou pela Fórmula 2 europeia antes de chegar à principal categoria do esporte.

Correu na Fórmula 1 em 1972, 1973 e 1975. Participou ao todo de 38 GPs, mas se despediu da categoria sem vitórias.

Foi chefe de equipe da Copersucar-Fittipaldi, escuderia que fundou com Emerson em 1975 — a única brasileira a participar da F1 Ele foi um dos criadores do carro e o pilotou durante o ano de estreia. A equipe perdurou até o inícios dos anos 1980.

SAÚDE DE WILSINHO

Ele tinha Parkinson e vinha com a saúde debilitada. O ex-piloto foi diagnosticado com a doença em 2012.
Também passou por procedimentos cirúrgicos delicados nos últimos anos. Wilsinho fez uma cirurgia de implante de eletrodos no cérebro em 2019, para melhorar sua qualidade de vida, e depois passou por uma operação de emergência por ter sofrido uma hemorragia cerebral após acidente doméstico.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Leilão de veículos

Detran-SP realiza leilão online com lances a partir de R$ 2 mil

Carros conservados e sucatas disponíveis; visite e faça seu pré-lance em julho

Licitação

Prefeitura de Capivari abre licitação de R$ 807 mil para recapear ruas

Obras serão destinadas às ruas Vitório Gatti e Américo Forti, no bairro Porto Alegre; prazo de entrega da obra é de até 3 meses

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter