X

TURISMO

Turismo ecológico por comunidades tradicionais na região do Vale do Ribeira é liberado por SP

Evento no Parque Estadual Ilha do Cardoso conta com a participação da Secretária de Meio Ambiente, Infraestrutura e Logística, Natália Resende, que visita a região pela primeira vez

DA Reportagem

Publicado em 25/01/2023 às 17:03

Atualizado em 25/01/2023 às 17:05

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

Com a medida, as comunidades tradicionais serão capacitadas para administrar a chamada "área de uso público", que inclui pontos de hospedagens, trilhas, refeitórios, centro de visitantes, entre outros espaços.  / Divulgação

O Governo de São Paulo, por meio da Fundação Florestal, assina, nesta sexta-feira (27), convênio inédito com a Associação de Moradores do Itacuruçá e Pereirinha (AMOIP), no Parque Estadual Ilha do Cardoso, para operação de turismo ecológico na região do Vale do Ribeira.

 A Secretária de Meio Ambiente, Infraestrutura e Logística de SP, Natália Resende, visita pela primeira vez o local e acompanha a assinatura.

Com a medida, as comunidades tradicionais serão capacitadas para administrar a chamada “área de uso público”, que inclui pontos de hospedagens, trilhas, refeitórios, centro de visitantes, entre outros espaços. 

Além de fomentar o ecoturismo, o convênio vai gerar renda para as 140 famílias locais, que serão beneficiadas direta e indiretamente. O parque possui área de 13.600 hectares e recebe, em média, 35 mil turistas por ano.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Brasil

Confira o resultado da Lotofácil no concurso 3114, nesta segunda

O prêmio é de R$ 1.700.000,00

Brasil

Confira o resultado da Lotomania no concurso 2626, nesta segunda

O prêmio é de R$ 600.000,00

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter