Publicidade

X

Pela primeira vez

USP é a 8ª universidade mais sustentável do mundo em ranking internacional

Universidade de São Paulo subiu duas posições em relação a ranking anterior; das sete primeiras classificadas, seis são europeias

Da Reportagem

Publicado em 07/12/2023 às 10:51

Atualizado em 07/12/2023 às 11:07

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

Entrega da premiação para a representante da Superintendência de Gestão Ambiental da USP, Fernanda da Rocha Brando Fernandez / Divulgação/Governo do Estado de São Paulo

Pela primeira vez uma universidade brasileira ocupa a 8ª posição no ranking – e a melhor da América Latina – segundo o UI GreenMetric World University Ranking 2023, divulgado na terça-feira (5), durante a 28ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, que está sendo realizada em Dubai, nos Emirados Árabes.

GreenMetric é uma rede global que reúne universidades de todo o mundo no desenvolvimento de projetos voltados à sustentabilidade ambiental nos próprios campi, na educação e pesquisas relacionadas ao tema e em ações promovidas junto à comunidade.

USP subiu duas posições em relação ao ranking anterior. Nesta edição, das sete primeiras classificadas, seis são universidades europeias e uma é norte-americana.

Faça parte do grupo da Gazeta no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

Os critérios de avaliação no ranking incluem a coleta de informações básicas sobre o tamanho da universidade e seu perfil de zoneamento, se urbano, suburbano ou rural; o grau de espaço verde, o consumo de eletricidade em relação à pegada de carbono; transporte, uso de água, gestão de resíduos, infraestrutura de configuração, energia e mudanças climáticas e programas de educação e pesquisa, políticas, ações e comunicação na área de sustentabilidade ambiental.

Nas primeiras posições estão a Universidade de Wageningen (Holanda), a Universidade Nottingham Trent (Reino Unido) e a Umwelt-Campus Birkenfeld (Alemanha).

Entre as latino-americanas, depois da USP aparecem a Universidad Autónoma de Nuevo León (México), na 16ª posição, e a Universidad del Rosario (Colômbia), na 32ª. A Universidade Federal de Lavras (Ufla) é a segunda brasileira mais bem posicionada, na 40ª posição.

A superintendente de Gestão Ambiental da USP, Patricia Faga Iglecias Lemos, comemora o resultado, uma vez que este é um ranking que leva em conta muitos fatores, e avançar uma posição faz toda a diferença.

”Quanto mais perto do primeiro lugar chegamos, mais difícil fica, pois o ranking leva em conta desde o uso de energia até recursos naturais, educação e pesquisa. Por isso, a equipe da SGA fez um esforço muito grande de planejamento e acompanhamento de ações, buscando avançar no ranking”, diz.

A professora destaca, também, o trabalho conjunto entre professores, funcionários e alunos, além do apoio da atual gestão da Reitoria para a USP ser realmente mais sustentável.

GreenMetric

O UI GreenMetric World University Ranking foi criado pela Universidade da Indonésia (UI), em 2010. Na edição de 2023, 1.183 instituições foram avaliadas, de 85 países. A USP obteve 9.425 pontos dos 10 mil possíveis.

Para o professor Tadeu Fabricio Malheiros, da Escola de Engenharia de São Carlos (EESC), membro da SGA e responsável pelo preenchimento dos formulários do GreenMetric, a questão da sustentabilidade na USP já vem sendo implementada há muitos anos e dá como exemplo o USP Recicla, que tem mais de uma década.

“A diversidade entre os campi e os contextos específicos de cada um permitem a possibilidade de experimentar ações bastante diversas e com o engajamento da comunidade como um todo, o que fortalece os indicadores e reflete a maturidade da Universidade nesse contexto”, afirma.

UNIVERSIDADE PAÍS
1. Universidade de Wageningen Holanda
2. Universidade Nottingham Trent Reino Unido
3. Umwelt-Campus Birkenfeld – Universidade de Ciências Sociais Aplicadas Trier Alemanha
4. Universidade Groningen Holanda
5. Universidade da Califórnia, Davis Estados Unidos
6. Universidade College Cork Irlanda
7. Universidade de Nottingham Reino Unido
8. Universidade de São Paulo Brasil
9. Universidade de Connecticut Estados Unidos
10. Universidade Bremen Alemanha
Apoie a Gazeta de S. Paulo
A sua ajuda é fundamental para nós da Gazeta de S. Paulo. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós da Gazeta de S. Paulo temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para a Gazeta de S. Paulo continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

AMARELINHA

Dorival chama são-paulinos e palmeirenses na primeira convocação

Dorival Jr. fez a sua primeira convocação para a seleção brasileira nesta sexta; veja lista

NÃO PERCA A OPORTUNIDADE

Prefeitura de SP abre processo seletivo para 6 mil vagas; veja mais

As vagas são para estudantes de ensino médio e superior de diferentes áreas

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter