últimas notícias
 HGIS fica em Itapecerica da Serra, na região sudoeste da Grande SP
HGIS fica em Itapecerica da Serra, na região sudoeste da Grande SP
Foto: DIVULGAÇÃO

PS do Hospital Geral de Itapecerica vira referência ao atendimento da Covid-19

O pronto-socorro do HGIS passa por readequação e torna-se referência para casos da doença, divulgou a Secretaria de Estado da Saúde

A partir do dia 1º de fevereiro, a unidade de pronto-socorro do Hospital Geral de Itapecerica da Serra (HGIS), passará a atender apenas casos de covid-19, divulgou a Secretaria de Estado da Saúde.

Em nota enviada ao “Portal O Taboanense”, a Secretaria informou que “com o recrudescimento da doença, o pronto-socorro do Hospital Geral de Itapecerica da Serra passa por readequação de seu perfil assistencial e torna-se referenciado para casos da doença [covid-19] a partir de fevereiro”.

Leia mais:

Questionada pela reportagem sobre o fechamento do PS, para atendimento geral, em meio a pandemia, o órgão respondeu que “a Secretaria de Estado da Saúde tem atuado para salvar vidas e combater a pandemia de Covid-19”.

Sobre a demanda que hoje é atendida na unidade, a Secretaria informou que “o fluxo de ingresso de todos os pacientes se dará a partir da rede primária de saúde”.

O PS do HGIS passará a dar prioridade a pacientes com casos respiratórios agudos e graves. “A Secretaria mantém uma estratégia especial de gestão de leitos hospitalares, para dar prioridade à internação de pacientes com quadros respiratórios agudos e graves, com suporte da Cross (Central de Regulação e Oferta de Serviços de Saúde) para as transferências”, esclarece a Secretaria.

A Secretaria não informou se a medida será temporária ou definitiva.

O HGIS é referência de atendimento para moradores das cidades de Itapecerica da Serra, Juquitiba, Embu-Guaçu e São Lourenço da Serra.

Casos de covid-19

O boletim mais recente emitido pela Autarquia de Saúde mostra que Itapecerica da Serra tem 3.247 diagnosticados positivos e 184 mortos pela covid-19.

Itapecerica da Serra está na fase Amarela do Plano São Paulo de combate à covid-19, porém o Governo do Estado colocou o município em estado de alerta devido à evolução de casos, internações e mortes em decorrência da doença, com taxa de ocupação de 80% dos leitos de UTI.

Comentários

Tops da Gazeta