últimas notícias

Homem que tatuou testa de adolescente em São Bernardo do Campo deixa penitenciária

O músico e tatuador Maycon Wesley Carvalho dos Reis, 29 anos, conseguiu progressão da pena e está em regime aberto desde 25 de maio deste ano Da Reportagem De São Paulo

Um dos acusados de torturar e tatuar a testa de um jovem em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, em junho do ano passado foi solto. O músico e tatuador Maycon Wesley Carvalho dos Reis, 29 anos, conseguiu progressão da pena e está em regime aberto desde 25 de maio deste ano. Ele deixou a Penitenciária “Dr. José Augusto César Salgado” de Tremembé II, no interior de São Paulo, após a Justiça conceder alvará de soltura, segundo a Secretaria de Administração Penitenciária (SAP).

Maycon foi preso em 9 de junho de 2017 após tatuar a inscrição “ladrão e vacilão” na testa de um adolescente. Ele e Ronildo Moreira de Araújo foram condenados pelo crime em 19 de fevereiro deste ano.

No regime aberto, Maycon não pode se ausentar da cidade sem autorização judicial e tem horário para retornar para casa.

A decisão do juiz da 5ª Vara Criminal de São Bernardo do Campo condenou Maycon a pena de três anos de reclusão em regime inicial semiaberto pelo crime de lesão corporal gravíssima e de quatro meses. Ronildo Moreira de Araújo, foi condenado a três anos e seis meses de reclusão em regime inicial fechado pelo crime de lesão corporal gravíssima.

Tops da Gazeta