Edição de Hoje capa
Edições Anteriores
 
Quinta, 09 Agosto 2018 18:32

Pontos de descarte de entulho se espalham pelas ruas de Embu das Artes

Locais acumulam restos de construção e até peças de carro; reportagem flagrou caminhão indo despejar entulho
A via normalmente não tem movimentação de veículos, o que facilita o descarte do material A via normalmente não tem movimentação de veículos, o que facilita o descarte do material Thiago Neme/Gazeta de S.Paulo
Por Nely Rossany
De São Paulo

Restos de construção, móveis usados, lixo e até peças de automóveis formam pilhas de entulho em vias de Embu das Artes, na Grande São Paulo. O cenário pode ser visto em bairros diferentes. Na última terça-feira, a reportagem visitou os Jardins São Marcos e Oliveiras e flagrou até um caminhão prestes a despejar material.

O veículo, um caminhão com a caçamba cheia de entulho, entrava na rua próximo ao cemitério Memorial Parque Paulista, no Jardim das Oliveiras, quando encontrou a equipe de reportagem.

A via normalmente não tem movimentação de veículos, o que facilita o descarte do material. Na caçamba do caminhão era possível ver restos de material de construção. Como a via não tem placa de sinalização não foi possível saber o nome da rua. Com o acúmulo de lixo e entulho, urubus ficam no local.

No Jardim São Marcos, na via ao lado do Rodoanel, também sem placa de sinalização, peças de automóveis ficam no meio da rua em meio a outros tipos de lixo. No mínimo 20 lanternas de carros foram descartadas ali e se misturam a azulejos, restos de construção, madeira e sacos de lixo doméstico. A reportagem já havia visitado os mesmos locais em setembro do ano passado e no mesmo mês de 2016 e o cenário pouco mudou.

Questionada, a Prefeitura de Embu das Artes informou que a Secretaria de Serviços Urbanos fez vistorias nos locais indicados e constatou que são pontos “viciados” de descarte de entulho, realizado pela população e empresas. “A secretaria tem na sua programação a vistoria periódica desses pontos e efetuação da limpeza dos locais, porém os descartes voltam a ocorrer, quase que diariamente e incessantemente”.

Ainda de acordo com a Administração, a instalação de lixeiras públicas nesses locais já foi solicitada à Enob, empresa responsável pelo recolhimento do lixo na cidade, e a prefeitura aguardava as providências. A reportagem tentou contato com a empresa na tarde desta quinta-feira, mas os telefones não atendiam.

O descarte irregular é crime ambiental e pode gerar uma multa, conforme a quantidade de lixo ou entulho descartado, podendo ultrapassar os R$ 1 mil. O munícipe pode contribuir denunciando o crime através do Disque Serviços da Prefeitura no telefone 0800 773 0005.

Gazeta SP

Endereço
Rua Tuim – 101 A
Moema - São Paulo - SP - CEP 04514-100.
Fone: (11) 3729-6600

Contatos
Redação - editor@gazetasp.com.br
Comercial - comercial@gazetasp.com.br

Diretor Presidente
Sergio Souza

Editorias
Brasil / Mundo / Estado / Capital / Grande São Paulo / Litoral / Vale do Ribeira / Serviços / Previdência / Variedades / Casa & Decoração / Turismo / Cinema

Colunistas
Pedro Nastri /
Nilson Regalado / Nilto Tatto/ Nilson Regalado/ Marcel Machado

Diretor Executivo
Daniel Villaça Souza

Diretor de Negócios
Paulo Villaça Souza

Diretor Comercial
Roberto Santos

Jornalista Responsável
Nely Rossany

Endereço
Rua Tuim – 101 A
Moema - São Paulo - SP - CEP 04514-100.
Fone: (11) 3729-6600

Contatos
Redação - editor@gazetasp.com.br
Comercial - comercial@gazetasp.com.br

Diretor Presidente
Sergio Souza

Diretor Executivo
Daniel Villaça Souza

Diretor Comercial
Roberto Santos

Diretor de Negócios
Paulo Villaça Souza

Jornalista Responsável
Nely Rossany

Editorias
Brasil / Mundo / Estado / Capital / Grande São Paulo / Litoral / Vale do Ribeira / Serviços / Previdência / Variedades / Casa & Decoração / Turismo / Cinema

Colunistas
Pedro Nastri /
Nilson Regalado / Nilto Tatto/ Nilson Regalado/ Marcel Machado