últimas notícias

Professor que usava revista em quadrinhos para enviar drogas é investigado pela PF

As postagens continham revista em quadrinhos e dentro delas envelopes com as drogas que eram enviadas a vários estados Da Reportagem De São Paulo

Preso em flagrante, em Santo André, no ABC, o professor C.F.R., 32 anos, é investigado pela Polícia Federal por vender LSD, maconha, haxixe, MDMA (popularmente conhecida no Brasil como “Michael Douglas”) e outras anfetaminas para vários estados do País.

Ele foi preso na última quarta-feira depois que a PF em Goiás enviou aos Correios de Santo André uma ficha com uma foto do professor, seu nome, dados pessoais e um resumo de como ele costumava agir. Assim que Rossi entrou na agência, a Polícia Militar foi acionada.

O atendimento ao professor também foi mais lento do que o normal, outra recomendação da PF para que a Polícia Militar tivesse tempo de chegar e prender o suspeito em flagrante. A PF de Goiás não divulgou detalhes da investigação, mas tinha identificado a última postagem feita por ele, no dia 4 de julho de 2018, na mesma agência. O professor usava como remetente o nome de Pedro de Jesus.

As postagens continham revista em quadrinhos ou HQs Tex e dentro deles envelopes com as drogas que eram enviadas a vários estados brasileiros. Quando o professor foi preso dentro da agência dos Correios, além das drogas da postagem, ele levava entorpecentes na mochila.

Foram encontrados com eles dois sacos com maconha, um saco plástico com a inscrição “3G Marroquino” com haxixe, um pacote plástico com uma cartela branca com flores coloridas de LSD, uma outra embalagem plástica coma inscrição “1G MDMA”. O professor passou por audiência de custódia no fórum de Santo André e a Justiça decidiu por sua prisão preventiva. Ele foi levado para o Centro de Detenção Provisória (CDP) da cidade.

Tops da Gazeta