últimas notícias

Superbactéria contamina pacientes em hospital sem limpeza em Guarulhos

O Hospital de Urgência da cidade sofre com a falta de limpeza e de médicos na unidade, causada por um problema na administração Da Reportagem De São Paulo

Quatro pacientes que estão internados no Hospital Municipal de Urgência (HMU) de Guarulhos, na Grande São Paulo, foram diagnosticados com a superbactéria chamada KPC. Apesar de confirmar o diagnóstico dos pacientes, a Secretaria Municipal de Saúde descarta que haja um surto de infecção no hospital.

A unidade sofre com a falta de limpeza e de médicos, causada por um problema na administração. O Instituto Gerir, responsável pela gestão do hospital, não teria feito pagamento à empresa terceirizada que responde pela limpeza.

Além do HMU, o Hospital da Criança e do Adolescente também está com problemas de higiene.

Os hospitais, referência no atendimento, também estão sem médicos.

Nesta segunda-feira, funcionários dos dois hospitais entraram em greve por conta do atraso no pagamento dos salários. No mesmo dia, foi feito um acordo que pagou adiantado o salário de agosto, e eles voltaram ao trabalho.

De acordo com o Instituto Gerir, a dívida do hospital é de cerca de R$ 30 milhões, muito acima do repasse mensal feito pela Prefeitura de Guarulhos, no valor de R$ 4,7 milhões.

Tops da Gazeta