últimas notícias

Capitão da PM é absolvido em júri pela morte de adolescentes no ABC Paulista

Corpo de jurados votou 4 a 3 pela inocência do policial. O Ministério Público (MP) anunciou que vai recorrer da decisão Da Reportagem De São Paulo

Na noite de quarta-feira, o capitão da Polícia Militar (PM), Herbert Saavedra, foi absolvido pela morte dos jovens Douglas Silva e Felipe Macedo Pontes, ambos de 17 anos, por 4 votos a 3 no júri popular. A audiência aconteceu no Fórum de São Bernardo do Campo, no ABC Paulista. O crime aconteceu em 30 de novembro de 2011, no bairro Demarchi, na cidade.

O Ministério Público (MP) anunciou que vai recorrer da sentença. Na época da morte dos dois adolescentes, Saavedra comandava a equipe da Força Tática.

O ex-soldado Alberto Fernandes de Campos e o ex-cabo Edson Jesus Sayas Junior também são réus no processo, mas não foram julgados na quarta-feira, pois recorreram da sentença de pronúncia do juiz titular da Vara do Júri de São Bernardo do Campo, Fernando Martinho de Barros Penteado.

O juiz havia decidido que os três deveriam ser julgados pelo júri popular. O Tribunal de Justiça, no entanto, ainda analisa os recursos das defesas do soldado e do cabo - ambos foram expulsos da PM.

A versão apresentada pelos policiais durante a investigação e processo criminal foi a de que os adolescentes reagiram e foram mortos em confronto. Eles comunicaram o caso à Polícia Civil, para elaboração de Boletim de Ocorrência, seis horas depois da abordagem.

No entanto, depoimentos de testemunhas prestados para a Polícia Civil e Ouvidoria de Polícia indicaram que os jovens foram executados pelos policiais, sem qualquer tipo de reação. Uma delas afirmou que presenciou o momento em que policiais tiraram armas de fogo de dentro da viatura e as colocando nas mãos dos jovens.

Tops da Gazeta