últimas notícias

Mulher é morta dentro de presídio em Osasco

Mulher foi morta no último sábado no CDP I de Osasco. A SAP informou que “a mulher não apresentava marcas e lesões aparentes” Da Reportagem De São Paulo

A Polícia Civil investiga a morte de uma jovem de 23 anos, que foi encontrada morta dentro da cela do ex-namorado durante o período de visitação no CDP (Centro de Detenção Provisória) I de Osasco, no último sábado. Durante depoimento nessa semana, a mãe da vítima informou a polícia que o ex-companheiro havia prometido dar uma surra em A.K.T., quando ela fosse ao presídio.

De acordo com as investigações, a jovem tinha terminado o relacionamento com o preso há cerca de três semanas por carta. Em seguida, o homem insistiu para vê-la pessoalmente e pediu que ela fosse ao CDP. Também requisitou que ela levasse a filha do casal, de um ano e quatro meses de idade.

Na tarde do último sábado, a jovem visitou o detento junto com a filha. Por volta das 16h25 um dos presos solicitou atendimento médico para a mulher. Os agentes penitenciários “retiraram a visitante inconsciente e respirando com dificuldades”.

Em menos de 10 minutos, a jovem foi encaminhada ao Hospital Regional de Osasco, onde já chegou sem vida.

A SAP informou que “a mulher não apresentava marcas e lesões aparentes”. Disse, também que foi solicitado a realização de exame necroscópico para saber a causa da morte, além de que foi “instalado procedimento de apuração preliminar para a devida elucidação dos fatos”.

Tops da Gazeta