últimas notícias

Padrasto suspeito de matar enteado de 13 anos em Santo André é preso

Após cometer o crime na segunda-feira (15) ele fugiu para a casa de parentes. Ele será indiciado por homicídio qualificado Da Reportagem De São Paulo

Na tarde de ontem (16), W.E. de S., padrasto suspeito de ter matado o enteado de 13 anos na cidade de Santo André, no ABC Paulista se entregou à polícia no Rio de Janeiro. Após cometer o crime na segunda-feira ele fugiu para a casa de parentes. Ele será indiciado por homicídio qualificado.

E.F. foi asfixiado dentro da casa onde morava com a mãe e o irmão. O irmão dele, de três anos, também foi atacado, mas sobreviveu e está internado no Hospital Mario Covas em Santo André.

Os policiais de Santo André enviaram para o Rio de Janeiro o pedido de prisão temporária que foi expedido pela Justiça andreense. Ele prestou depoimento aos policiais do 13º Distrito Policial do Rio de Janeiro e deve ser trazido para Santo André.

A polícia acredita que padrasto usou o cabo de um carregador de celular e fones de ouvido para enforcar o enteado e tentar matar o próprio filho.

Vídeo

Uma filmagem que auxiliar a Polícia Civil de Santo André nas investigações, mostra o momento em que a mãe do menino E.F., 13 anos, sai para trabalhar, às 7h40 de segunda-feira (15).

Cerca de 50 minutos depois aparece o padrasto. Ele foge com uma mochila nas costas após cometer o crime.

A Polícia Civil de Santo André também apontou que o padrasto e a mãe dos garotos estavam em processo de separação, após uma união de 10 anos. O suspeito foi viciado em drogas antes de se casar e no começo do ano estava com depressão.

Tops da Gazeta