últimas notícias

Suspeito de matar jovem comentou publicação sobre o caso no Facebook

O suspeito comentou no Facebook “mano, vi várias publicações dela, falaram que acharam o celular dela em Jacareí” Da Reportagem Da Grande São Paulo

A Polícia Civil de Mogi das Cruzes, na Grande São Paulo, divulgou na quinta-feira que o segurança Michel Flor da Silva, de 28 anos, suspeito de estuprar e matar a estudante Rayane Paulino Alves, de 16 anos, comentou uma publicação sobre o caso ainda quando a jovem estava desaparecida.

Segundo a polícia, na publicação feita pela mãe da jovem e compartilhado por um amigo do suspeito, ele diz “mano, vi várias publicações dela, falaram que acharam o celular dela em Jacareí”. A publicação da mãe da jovem alcançou até quinta-feira quase 51 mil compartilhamentos e mais de 6 mil comentários.

Ainda de acordo com a polícia, o suspeito tentava um álibi com o comentário. Isso porque outra pessoa respondeu ao comentário: “Nossa tão perto daqui. Deus cuide para que ela seja encontrada”, e o suspeito completou, citando Rayane como se ela estivesse viva: “Já até falaram que viram ela em São José”.

O corpo da adolescente foi encontrado na tarde do último domingo, em Guararema, na divisa com Mogi das Cruzes. A polícia trabalha com a ideia de que a morte foi por asfixia.

O corpo foi encontrado já em estado de decomposição em uma mata na lateral da avenida Francisco Lerário, no bairro do Cambiri. A jovem estava desaparecida desde o dia 21.

Tops da Gazeta