últimas notícias

Justiça prende ex-marido suspeito de mandar matar a mulher PM em Mairiporã

O ex-marido não se conformava com fim do relacionamento e foi indiciado por feminicídio. PM foi morta no dia 22 de novembro Da Reportagem De São Paulo

O ex-marido da policial militar morta em Mairiporã no dia 22 deste também teve a prisão decretada pela Justiça de São Paulo. A.L.D., foi preso em Mairiporã na última semana. Ele é suspeito de ter contratado o amigo T. de A.S. para matar a mulher. A Justiça de São Paulo decretou a prisão preventiva dos dois suspeitos pela morte da policial L.D. de 41 anos. Ela foi morta com um tiro no pescoço. O caso ainda segue em investigação.

Durante depoimento, T. de A.S. confessou que foi contratado pelo ex-marido da policial para matá-la. Com ele, foram apreendidos duas armas e pertences da policial.

Segundo informações da polícia, o ex-marido da vítima não se conformava com o fim do relacionamento e contratou o amigo para matá-la. Ele foi indiciado por feminicídio.

Logo após o crime, uma testemunha registrou a fuga do suspeitos e as imagens auxiliaram nas investigações. O sistema de monitoramento por câmeras de Limeira, no interior de São Paulo, detectou a entrada da moto suspeita na cidade no início da madrugada da última sexta-feira (23), e registrou a saída dela logo de manhã, por volta das 6h. As informações foram passadas para a Polícia Rodoviária, que fez a prisão em flagrante.

Tops da Gazeta