últimas notícias

Justiça decreta prisão preventiva de suspeito de matar jovem

Rayane Paulino, de 16 anos, foi assassinada após sair de festa em Mogi das Cruzes. Suspeito foi preso em Guararema e confessou o crime Por Matheus Herbert De São Paulo

Na tarde de hoje (28) a 2ª Vara Criminal de Mogi das Cruzes, na região metropolitana de São Paulo decretou a prisão preventiva de M.F. da S., de 28 anos. Ele é o suspeito de matar a adolescente de 16 anos, Rayane Paulino em uma rodovia da região no dia 20 de outubro. Desde o dia 31 do mês passado, o suspeito estava na cadeira pública de Mogi em prisão temporária. Agora, ele será encaminhado ao Centro de Detenção Provisória (CDP) na mesma cidade.

De acordo com o Setor de Homicídios e Proteção à Pessoal de Mogi das Cruzes, o suspeito responderá pelos crimes de estupro, ocultação de cadáver e homicídio quadruplamente qualificado: motivo torpe, impedir defesa da vítima, asfixia e por ocultar a vantagem de outro crime, que seria o estupro.

Apesar do suspeito já ter a prisão decretada, a polícia ainda investiga o caso e aguardo a conclusão de um lado que vai comprovar se Rayane foi estuprada.

Crime

A adolescente ficou desaparecida por oito dias, após sair de uma festa em um sítio que ficava localizado entre as cidades de Mogi das Cruzes e Guararema. O corpo dela foi encontrado no dia 28 de outubro.

Dois dias depois, o suspeito, que trabalhava como segurança da rodoviária de Guararema foi preso após análise de imagens do circuito de monitoramento e do celular de Rayane, que foi localizado em uma área de Jacareí, no interior de São Paulo.

Ele confessou o crime durante depoimento. O suspeito disse que abordou Rayane na rodoviária de Guararema. No local, ofereceu carona à jovem, que aceitou.

No caminho, o segurança informou que manteve relações sexuais com Rayane. Após o ato sexual, o suspeito disse que foi ameaçado por Rayane. Ela teria dito que contaria ao pai dela que havia sido estuprada pelo homem.

Nesse momento, segundo a polícia, o suspeito disse que se descontrolou e asfixiou Rayane usando o cadarço da bota da jovem.

Tops da Gazeta