últimas notícias

Ex-vereador e deputado federal segue preso

Valdevan Noventa (PSC) foi preso na última sexta-feira (7) pela PF na cidade de Aracaju em Sergipe Por Matheus Herbert De São Paulo

O ex-vereador de Taboão da Serra, na Grande São Paulo, e deputado federal eleito pelo (PSC), Valdevan Noventa seguia preso na tarde de hoje (10) na cidade de Aracaju em Sergipe. Noventa foi preso preventivamente na tarde de sexta-feira (7) pela Polícia Federal (PF) em um restaurante na orla de Atalaia, na zona sul da cidade. A PF apura declarações falsas na prestação de contas de sua campanha durante as eleições deste ano. A defesa do político já entrou com um pedido de habeas corpus.

Ele foi vereador na cidade de Taboão da Serra de 2005 até o ano de 2012. Já este ano, foi eleito com 45.472 votos para deputado federal pelo estado de Sergipe. Valdevan Noventa também é presidente do Sindmotoristas, entidade que representa os motoristas e cobradores de ônibus da cidade de São Paulo.

De acordo com as investigações da Polícia Federal, o deputado foi preso durante a “Operação Extraneus” que apura a inserção de declarações falsas na prestação de contas durante as eleições de 2018. Ainda segundo a PF, o sindicalista teria utilizado “laranjas” para realizar doações para sua campanha.

O Ministério Público Federal (MPF) diz que após o período eleitoral foram registradas 85 doações, todas com o mesmo valor: R$ 1050, o que chamou a atenção do órgão.

Na tarde de hoje, a assessoria de imprensa do filho de Valdevan Noventa e atual vereador de Taboão das Serra, Johnatan Noventa confirmou que Noventa “seguia preso mas que um pedido de habeas corpus já havia sido feito”.

A Gazeta também entrou em contato com a Polícia Federal de Sergipe mas até o fechamento desta reportagem não obteve respostas sobre novidades do caso.

Tops da Gazeta