Edição de Hoje capa
Edições Anteriores
 
Quinta, 10 Janeiro 2019 14:40

Embu tem espera de mais de um ano por consulta médica em UBSs

Demora por atendimento de dentistas, ginecologistas, ortopedistas e outras especialidades é queixa frequente dos pacientes
A UBS central de Embu das Artes atende dezoito bairros e funciona de segunda a sexta das 7h às 19h; bairros como Engenho Velho e Jardim Mascarenhas são atendidos no local A UBS central de Embu das Artes atende dezoito bairros e funciona de segunda a sexta das 7h às 19h; bairros como Engenho Velho e Jardim Mascarenhas são atendidos no local HENRIQUE BARRETO/FUTURA PRESS
Por Nely Rossany
Da Grande São Paulo

A espera por uma consulta com um médico especialista pode passar de um ano em Embu das Artes. A demora por atendimento de dentistas, ginecologistas, ortopedistas e outras especialidades é queixa frequente dos pacientes que dependem do serviço público de saúde municipal.

É o caso da dona de casa Jéssica Cristina, de 31 anos, moradora do bairro Jardim São Marcos. “Esperei dois anos por um ortopedista e consegui passar este ano. Passar no dentista aguardei mais de um ano também.

É triste o serviço que nos é oferecido, o mais complicado é quando você precisa passar os filhos, que não aguentam esperar e muitas vezes ficam por horas em uma UBS”, relatou enquanto esperava por atendimento na Unidade de Saúde do Jardim São Marcos.

Em outra especialidade importante para a saúde da mulher para a prevenção de doenças como o câncer de mama e câncer de colo de útero, na ginecologia a espera na mesma unidade de saúde chega a seis meses.

“Estou aguardando há mais de seis meses para passar com um ginecologista e até agora não fui chamada. Sentia dores fortes e tive que procurar um atendimento particular, aí procurei, paguei e descobri que estou com um cisto no ovário. Ainda bem que procurei o atendimento em outro lugar. Não tá fácil”, se queixa a comerciante Vilma Alves, de 32 anos.

Vilma tem um pequeno comércio próximo a UBS São Marcos e presencia diariamente a demora por atendimento. A unidade atende moradores de nove bairros, de segunda a sexta, das 7 às 17h. Além de esperarem meses por uma consulta, quando os pacientes chegam à unidade de saúde com data e horário marcado, ainda passam até quatro horas aguardando para serem chamados.

“Cheguei aqui para uma consulta com o clínico geral às 8h30 e fui atendida agora, meio dia. Passar com especialista nessa cidade é ainda pior, você morre aguardando. Na UPA, a situação é ainda pior do que nas UBSs. O atendimento é péssimo, eu muitas vezes procuro atendimento em Taboão porque lá é muito bom”, conta a dona de casa, Neuza Alves de 64 anos, que mora há 30 na região central da cidade e na manhã desta terça-feira buscava atendimento na UBS do centro.

A queixa sobre a demora é unânime entre os pacientes da UBS Central. “Costuma demorar demais. Estou aguardando para passar com um oftalmologista há mais de um ano e cerca de um ano e meio para passar com o dentista. Hoje vim passar com um clínico e fiquei aguardando por cerca de 4 horas. É um absurdo”, reclama a aposentada Maria Silva, de 66 anos.

A UBS central de Embu das Artes atende dezoito bairros e funciona de segunda a sexta das 7h às 19h. Mesmo com horário estendido, é comum ver filas no local, como no final da manhã de ontem quando a reportagem esteve na unidade. O único serviço que os usuários parecem estar satisfeitos na unidade é o da farmácia. “Olha, hoje eu vim buscar remédios na farmácia e deu tudo certo. Acho que a única coisa que funciona é o atendimento na farmácia, porque não demora, mas o restante é horrível”, afirma o autônomo Aluízio Batista, de 43 anos, que mora há 15 anos em Embu.

PERDA

Recentemente, a cidade de Embu das Artes perdeu 20 profissionais do programa federal “Mais Médicos”. De qualquer forma, os profissionais que deixaram o município em novembro, atendiam apenas em “nível básico”, o que inclui desde problemas de saúde passageiros, como uma gripe ou uma dor de garganta, até o acompanhamento de um pré-natal ou doenças crônicas, não o caso de especialidades. Questionada sobre o que é feito atualmente para reduzir o tempo de espera por um especialista na cidade, a prefeitura de Embu das Artes não se manifestou até o fechamento desta edição.

Gazeta SP

Endereço
Rua Tuim – 101 A
Moema - São Paulo - SP - CEP 04514-100.
Fone: (11) 3729-6600

Contatos
Redação - editor@gazetasp.com.br
Comercial - comercial@gazetasp.com.br

Diretor Presidente
Sergio Souza

Editorias
Brasil / Mundo / Estado / Capital / Grande São Paulo / Litoral / Vale do Ribeira / Serviços / Previdência / Variedades / Casa & Decoração / Turismo / Cinema

Colunistas
Pedro Nastri /
Nilson Regalado / Nilto Tatto/ Nilson Regalado/ Marcel Machado

Diretor Executivo
Daniel Villaça Souza

Diretor de Negócios
Paulo Villaça Souza

Diretor Comercial
Roberto Santos

Jornalista Responsável
Nely Rossany

Endereço
Rua Tuim – 101 A
Moema - São Paulo - SP - CEP 04514-100.
Fone: (11) 3729-6600

Contatos
Redação - editor@gazetasp.com.br
Comercial - comercial@gazetasp.com.br

Diretor Presidente
Sergio Souza

Diretor Executivo
Daniel Villaça Souza

Diretor Comercial
Roberto Santos

Diretor de Negócios
Paulo Villaça Souza

Jornalista Responsável
Nely Rossany

Editorias
Brasil / Mundo / Estado / Capital / Grande São Paulo / Litoral / Vale do Ribeira / Serviços / Previdência / Variedades / Casa & Decoração / Turismo / Cinema

Colunistas
Pedro Nastri /
Nilson Regalado / Nilto Tatto/ Nilson Regalado/ Marcel Machado