últimas notícias

Acervo

Motorista de aplicativo é flagrado se masturbando dentro de carro em Poá

Quando a Polícia Militar chegou ao local, após ser acionada por uma mulher, o homem tentou resistir à prisão e ainda chorou; ele foi detido e vai responder em liberdade o processo. Da Reportagem

Na manhã de quarta-feira, um motorista de aplicativo, de 33 anos, foi detido por suspeita de ato obsceno em Poá, na Grande São Paulo. Quando a Polícia Militar chegou ao local, após ser acionada por uma mulher, o homem tentou resistir à prisão e ainda chorou.

Segundo o boletim de ocorrência, policiais militares foram chamados por um vendedora de zona azul de 25 anos. Ela disse que ao fiscalizar um veículo na rua Antônio Luiz, na Vila Santo Antônio, viu o motorista se masturbando no banco da frente, com as calças arriadas.

A vítima ainda disse que, ao vê-la, ele sorriu e continuou a masturbação. Foi então que a vendedora correu e procurou a ajuda da PM.

Já no local, os policiais viram que o motorista continuava praticando o ato obsceno. Os policiais então exigiram que ele parasse e vestisse a calça. Eles verificaram que o motorista já tinha passagem por porte de arma.

O homem tentou resistir à ação dos policiais. Questionado sobre o que estava fazendo, ele começou a chorar e confessou que estava se masturbando.

Todos foram levados à delegacia de Poá, onde o motorista mudou a versão e negou o ato. Foi feito um termo circunstanciado por ato obsceno e o homem vai responder em liberdade.

Tops da Gazeta