últimas notícias

Samu de Taboão recebeu mais de 5 mil trotes em 2018

Segundo a secretária de saúde de Taboão da Serra, Dra. Raquel Zaicaner, a prática ilegal acaba repercutindo no atendimento do Samu Da Reportagem De São Paulo

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) de Taboão da Serra recebeu no ano passado 24 mil ligações e 24,5% desses atendimentos foram trotes. O número vem crescendo a cada ano. Em 2017 a secretaria municipal de saúde havia registrado 4.961 trotes; já em 2018 esse número saltou para 5.911.

Segundo a secretária de saúde de Taboão da Serra, Dra. Raquel Zaicaner, a prática ilegal acaba repercutindo no atendimento do Samu. "Muitas vezes a ambulância sai para o atendimento e chegando lá é trote. Isso pode atrasar o atendimento de casos urgentes, sem contar o custo de deslocamento que acaba ficando para o município", disse.

Dra. Raquel Zaicaner alerta que a prática é crime e o autor da ligação pode responder judicialmente. Algumas cidades já criaram uma legislação específica para punir esse tipo de "brincadeira". Em Bagé, no Rio Grande do Sul, o valor da multa é de R$ 1,6 mil e, em caso de reincidência, o valor pode dobrar.

Atendimentos

Em 2018, o Samu de Taboão da Serra recebeu 37 mil ligações, uma média de 101 ligações diárias. Desse total, 24 mil foram chamadas para algum tipo de atendimento. 5.911 foram trotes e 6.959 ligações foram para orientações.


*Com informações do Portal O Taboanense

Tops da Gazeta