últimas notícias

Mulher é morta e corpo é escondido em mala em Mauá

De acordo com o boletim de ocorrência, o caso aconteceu no Conjunto Barão de Mauá, Parque São Vicente Da Reportagem De São Paulo

Na noite de quarta-feira (24), uma mulher foi morta e seu corpo foi escondido dentro de uma mala deixada em um guarda-roupas de um apartamento em Mauá. O caso foi divulgado pela Polícia Militar (PM). De acordo com o boletim de ocorrência, o caso aconteceu no Conjunto Barão de Mauá, Parque São Vicente. V.M.M., de 26 anos, chegou ao condomínio por volta das 16h. Ela foi visitar um morador, mas deu nome falso ao porteiro.

"O morador falou que podia subir que era prima dele. Pelo menos até as 18h horas, que é a hora que trabalhei, não tinha acontecido nada, não tinha ouvido comentário nenhum", contou o porteiro em entrevista ao "G1" O outro porteiro que assumiu o posto contou que o morador deixou o prédio depois das 18h. O suspeito morava com a esposa no local há menos de 3 meses.

Cerca de uma hora depois, a esposa do morador chegou e encontrou o corpo da vítima em uma mala dentro do armário. Em depoimento, ela contou à polícia que tinha recebido uma ligação dele durante a tarde pedindo que ela não voltasse para casa.

Além da bolsa da vítima, os policiais apreenderam celulares, facas, uma máquina de cartão de crédito e cocaína.

O caso foi registrado como feminicídio e segue em investigação. A polícia pediu a prisão preventiva do suspeito à Justiça.

Tops da Gazeta