últimas notícias

Homem é executado com cinco tiros no Jd. Roberto, em Taboão

O homem estava dentro de uma Kombi quando dois homens em uma moto se aproximaram do veículo e dispararam diversas vezes Por Portal O Taboanense Da Grande São Paulo

Um pintor de paredes de 41 anos foi assassinado na sexta-feira, dia 10, na rua Maria Soledade da Silva, no Jardim Roberto em Taboão da Serra. J.S.M., morador do Jardim Silvio Sampaio, estava dentro de uma Kombi quando dois homens em uma moto vermelha se aproximaram do veículo e dispararam diversas vezes.

Segundo informações da Polícia Civil, uma equipe da Romu estava em patrulhamento pela Estrada Kizaemon Takeuti quando um motorista de motocicleta, que não se identificou, informou que havia acontecido disparos de arma de fogo em uma Kombi próximo à padaria "Roberto".

Os Guardas Civis Municipais chegaram ao local e encontraram a vítima com ferimentos de disparo de arma de fogo ainda dentro da Kombi. Segundo os GCMs, a vítima estava caída para o lado do banco do passageiro dianteiro.

No momento, a vítima aparentava ter sinais vitais e os guardas acionaram o SAMU que compareceu ao local e iniciaram os procedimentos de emergência. O homem não resistiu e morreu no local.

Dentro da Kombi os GCM que atenderam a ocorrência localizaram um revólver calibre 38 com 18 munições intactas em um estojo de munições que, ao que tudo indica, pertencia ao pintor. A Polícia Civil acredita que a vítima foi atingida por, aproximadamente, quatro ou cinco disparos de arma de fogo. O laudo do Instituto de Criminalística deve ficar pronto em 30 dias.

A Polícia Civil já realizou o levantamento de câmeras no local que possam ter gravado o ocorrido e localizou pelo menos dois comércios que podem ter gravado a execução.

Uma testemunha que presenciou o crime disse para a Polícia Civil que teria visto uma motocicleta vermelha parando ao lado da Kombi. Na motocicleta havia dois indivíduos.

Segundo a testemunha o indivíduo que estava na garupa da motocicleta desceu já com a arma na mão e foi em direção a Kombi. O indivíduo que efetuou os disparos estava trajando uma blusa cinza, calça jeans e capacete preto com viseira fechada. Após os disparos, este indivíduo colocou a arma na cintura para fugir do local.

A esposa do homem, que mora com a vítima há um ano, disse que seu marido havia recebido uma ligação de alguém que solicitou um serviço de "carreto", marcando o serviço para às 15h. Depois disso, a esposa da vítima não teve mais notícias.

O caso foi registrado na Delegacia central e segue em investigação.

Tops da Gazeta