últimas notícias

Acervo

Suspeito de matar a filha e a enteada teria agido por vingança

O suspeito fugiu e foi detido em Santos; segundo a polícia, ele gravou áudio em que dizia que mataria as crianças por vingança Por Matheus Herbert De São Paulo

A Polícia Civil prendeu na noite desta quarta-feira (15) o açougueiro C.A. de J., de 34 anos, suspeito de ter matado a própria filha e a enteada dentro de um apartamento em Guarulhos. O crime aconteceu na manhã de quarta-feira e o suspeito foi preso em uma igreja evangélica de Santos, no litoral paulista. As causas que motivaram o crime ainda são investigadas.

De acordo com a polícia, ele foi indiciado por homicídio duplo qualificado e está preso no 1º DP de Guarulhos, que é também a cadeia pública da cidade.

Ainda segundo os policiais, as crianças foram mortas asfixiadas em casa. P.B.T.A., de 4 anos de idade, era a filha do suspeito, e E.G.T., de 8 anos, a enteada dele. A polícia não deu detalhes sobre o crime, mas um áudio enviado pelo suspeito a familiares é a principal evidência da autoria.

No áudio, o homem afirma: "No domingo foi um dia especial, o [dia] das mães, porque foi o dia que a minha esposa se batizou na igreja. E nós estávamos as famílias todas juntas. Mas no fim do dia ela me confessou que ela me traía com o encarregado dela. Mas eles vão lembrar o resto da vida o que eles fizeram".

Investigações

De acordo com a polícia, o homem, a esposa e o suposto amante eram funcionários de uma rede de supermercados e chegaram a trabalhar juntos. Segundo a investigação, o açougueiro pretendia fugir para o Rio de Janeiro, mas não tinha dinheiro. Ele, então, saqueou o cofre das meninas, que tinha por volta de R$ 70, e seguiu para o litoral paulista.

Tops da Gazeta