últimas notícias

Danilo Joan, 14º prefeito de Cajamar em 6 anos, quer resgatar confiança do povo

Nos últimos seis anos, o município já teve 13 prefeitos; o empresário Danilo Joan (PSD) foi eleito em março Por Matheus Herbert De São Paulo

No cargo de prefeito de Cajamar há pouco mais de um mês, o empresário Danilo Joan (PSD) quer resgatar a confiança dos eleitores da cidade. Nos últimos seis anos, o município já teve 13 prefeitos e, por conta dessa instabilidade política, obras foram paralisadas e a confiança dos moradores ficou estremecida. Em entrevista exclusiva à Gazeta, o novo chefe do executivo fez um balanço dos primeiros dias de governo, apontou saúde e educação como prioridades e disse que agora "existe um prefeito de fato".

Joan foi eleito com 48% dos votos válidos em uma eleição suplementar realizada em março. A mudança foi determinada pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral), após a cassação da prefeita Paula Ribas (PSB) e da vice Dalete de Oliveira (PCdoB). A justiça entendeu que obras foram realizadas no período eleitoral para beneficiar a candidata. O município de Cajamar tem cerca de 73 mil habitantes espalhados por uma área de 131,386 km²

"Agora sim existe um prefeito de fato à frente da nossa cidade. Essas mudanças realmente afetam o desenvolvimento do município. Quando assumi, já sabia dos desafios e das dificuldades, porém com muito trabalho já estamos começando a dar um novo ritmo a Cajamar. Realmente, o objetivo é resgatar a confiança dos moradores e também dos empresários", disse Danilo Joan, que terá como vice-prefeito Moacyr "Só Galpão", também do PSD.

"Pegamos uma prefeitura engessada, com licitações paradas, sem remédios nas unidades de saúde, entre outros problemas. De primeira, coloquei profissionais técnicos em cada secretaria, pessoas que entendem do assunto, porque isso é muito importante. Depois disso abrimos licitações fundamentais, como para pavimentações de vias e até mesmo para a compra de uniforme escolar. Cajamar nunca entregou uniforme escolar e isso acontecerá pela primeira vez. A ideia é começar a entrega a partir de agosto", complementou Joan.

Uma das principais reclamações dos moradores do município é a falta de zeladoria da cidade. "Com todas essas mudanças, serviços como o de sinalização de faixas, capinagem nas ruas e terrenos foram esquecidos. A limpeza foi esquecida. Esperamos que agora, com a nova gestão, possa melhorar", disse Edite Nunes, de 59 anos, que mora há mais de 30 anos na cidade.

"O serviço de zeladoria também foi retomado. Começamos a sinalizar vias e também realizar uma manutenção em nossas praças. Além disso colocamos em pratica projetos importantes como o Ver e Viver, onde é distribuído gratuitamente óculos de grau para alunos da rede municipal de ensino, o Saúde na Praça, que leva atendimento médico aos bairros da nossa cidade. Nesses mutirões são realizados exames rápidos como aferição de pressão, glicemia, hepatites, sífilis, HIV, entre outros. Aos poucos vamos avançando. Neste sábado (1º), os atendimentos do Saúde na Praça vão acontecer na EMEB Josue Moreira Sena, no Lago Azul.

"Estamos tomando medidas que vão surgir efeitos, como a duplicação da avenida Tenente Marques, nas proximidades das divisas de Cajamar e Santana de Parnaíba. Ali tem um trânsito complicado e vamos fazer todo um trabalho para melhorar isso nos próximos dias e também vamos criar a primeira área de lazer da cidade, que será um parque no Jordanésia. Lá terá pista de caminhada, playground e outros espaços", reforçou o prefeito.

Já na área de segurança, a Prefeitura de Cajamar que criar uma central de monitoramento. "Abri uma licitação para termos uma central com câmeras que vão monitorar o município. A ideia é que elas fiquem posicionadas estrategicamente nas entradas e saídas da cidade e nas escolas municipais. Temos outros projetos, de qualquer forma, podem esperar muito trabalho, porque vamos fazer uma boa gestão", finalizou o chefe do executivo.

Tops da Gazeta