últimas notícias

Polícia de Taboão desmonta quadrilha de tráfico

Policiais de Taboão da Serra apreenderam 11,8 quilos de cocaína; em maio deste ano, três já tinham sido presos Por Portal O Taboanense Da Grande São Paulo

Uma operação da Polícia Civil de Taboão da Serra terminou com a apreensão de 11,8 quilos de cocaína na sexta-feira (14), em Jundiaí. A ação policial é uma continuação da prisão de três homens em maio deste ano, quando investigadores apreenderam outros 32 quilos da droga.

Os policiais chegaram até as drogas quando procuravam C.V. de S., suspeito de integrar a quadrilha. A droga foi apreendida em uma casa na rua dos Fioresis, no Jardim Castanho, em Jundiaí. O local era utilizado pelo procurado como residência, segundo investigação da polícia.

C. ainda está foragido e a Polícia Civil de Taboão da Serra procura outros dois integrantes da quadrilha, que tem ramificações pelo interior de São Paulo e distribui, principalmente cocaína, em Taboão da Serra, Embu das Artes e Itapecerica da Serra.

Em menos de um mês a Polícia Civil de Taboão da Serra apreendeu mais de 43 quilos de cocaína que seriam distribuídos na região.

Segundo o delegado titular da 1ª Delegacia de Taboão da Serra, Dr. Altamiro Nunes, a apreensão de droga representou um grande prejuízo para a quadrilha. "Fizemos prisões em maio e agora essa nova apreensão de drogas, é uma ação importante porque mina o poderio dos traficantes. Nossa investigação ainda está em andamento e teremos novidades em breve".

INVESTIGAÇÃO

A investigação contra a quadrilha começou em maio. Os policiais prenderam três homens na madrugada do dia 18, suspeitos de tráfico de drogas na região de Jundiaí, no interior de São Paulo.

Na diligência foram apreendidos cerca de 32 quilos de cocaína, oito bandejas plásticas para embalar produtos, sete liquidificadores, dois copos, uma máscara mergulho, duas peneiras, uma espátula, uma balança digital de precisão, dois tambores de plástico, quatro celulares, dois relógios, três cadernos da contabilidade do tráfico, comprovantes de depósitos bancários, R$ 8 mil em dinheiro e duas armas de fogo.

O caso registrado no 1° DP de Taboão iniciou as investigações de tráfico de drogas na região. Após diligências, identificaram o grupo que atuava no tráfico de entorpecentes em Jundiaí. Com a identidade e endereço de alguns dos suspeitos, os policiais foram até Jundiaí para cumprir a ordem judicial. Três homens foram presos, A. R. C. (41 anos), R. A. G. (39 anos) e A. L. S. (49).

Em seguida, os policias seguiram até uma chácara no município de Jarinu, também no interior de São Paulo. Lá foram apreendidos uma agenda com as anotações do tráfico, um notebook, um tambor com 18 sacos de cocaína e nove bandejas utilizadas para armazenar as drogas.

Os agentes também foram a uma adega, que segundo informações pertencia a R. A. G. No local foram apreendidos duas armas, dois cadernos de anotações do tráfico, um celular, R$ 3 mil em dinheiro e uma motocicleta Honda Biz 125.

De volta a Jundiaí, os policias localizaram uma pistola semiautomática e R$ 5 mil em dinheiro, em notas de dois reais. Na residência da irmã de um dos suspeitos, foram apreendidos um Renault Logan com um cofre utilizado para armazenar drogas.

Os suspeitos foram presos em flagrante pelos crimes de associação criminosa, posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito, tráfico de drogas, além de localização e apreensão de veículo.

Tops da Gazeta