últimas notícias

Taboão sobe 11 posições e salta para 37º no ranking de saneamento

Taboão da Serra tem 100% das residências abastecidas com água potável e 100% de coleta de esgoto; tratamento é de apenas 32% Por Portal O Taboanense Da Grande São Paulo

O Instituto Trata Brasil divulgou na terça (23) o Ranking do Saneamento das 100 Maiores Cidades do Brasil, onde habitam 40% da população. Taboão da Serra é a única cidade da região sudoeste da Grande São Paulo no levantamento e ocupa a 37ª posição. Em comparação a pesquisa do ano passado, a cidade subiu 11 posições.

De acordo com o instituto, apenas Taboão da Serra e Piracicaba possuem 100% de coleta de esgoto. Apesar do dado positivo, nem todo material coletado é tratado. Segundo o levantamento do Trata Brasil, apenas 32,95% do esgoto das residências taboanenses é tratado. Os dados computados para o ranking são de 2017.

Historicamente, o índice de volume de esgoto tratado sempre foi ruim em todo o País. A média nacional é de 46%. Segundo a Sabesp, atualmente (2019) Taboão da Serra trata 51% do esgoto coletado, o que deve melhorar a posição nos próximos estudos.

Outro dado importante apresentado pelo Trata Brasil é que Taboão da Serra também atende 100% da população com água tratada. A lista foi feita a partir de dados do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS), que reúne informações fornecidas pelas prestadoras dos serviços de água e esgoto.

Taboão da Serra perde posições em outros quesitos que são considerados pelo instituto. O indicador de investimento por arrecadação é um dos mais baixos das 100 maiores cidades do País. A Sabesp investe no município 9,62%. Em Franca, cidade que lidera o ranking, a porcentagem é de 50,34%.

Em comparação com o ranking divulgado em 2018, Taboão da Serra foi uma das cidades que mais subiu na lista, ficando na frente de grandes cidades como Porto Alegre, Osasco, Carapicuíba, Santo André e Guarulhos. O prefeito Fernando Fernandes comemorou a melhora no ranking de saneamento. "No ano passado estávamos na 48ª posição, em um ano subimos 11 posições. Isso é motivo de orgulho. Vamos continuar trabalhando para Taboão da Serra subir ainda mais".

RANKING

O ranking é produzido pelo Instituto Trata Brasil em parceria com a consultoria GO Associados. O novo Ranking do Saneamento Básico contempla as 100 maiores cidades, onde habitam 40% da população, e foi feito com base nos dados do Ministério do Desenvolvimento Regional, pelo Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS) - ano base 2017.

O País ainda apresenta quase 35 milhões de brasileiros sem acesso à água tratada, quase 100 milhões de brasileiros sem coleta de esgotos (47,6% da população) e apenas 46% dos esgotos gerados no País são tratados.

Tops da Gazeta