últimas notícias
Banco Mucki em jacarandá, estrutura em ripas, com apliques e botões também em jacarandá, está em oferta
Banco Mucki em jacarandá, estrutura em ripas, com apliques e botões também em jacarandá, está em oferta
Foto: Divulgação

Primeiro leilão de arte do ano será no Rio

Estarão à venda 466 obras, incluindo trabalhos de artistas como Jorge Barata, Eduardo Fiel, Daum Nancy, Augusto Herkenhoff e Mario Navarro, Angelo de Aquino, entre outros

O primeiro grande leilão de arte de 2021 será entre os dias 18 e 22 de janeiro na plataforma carioca Leilões BR.

Estarão à venda 466 obras, incluindo trabalhos de artistas como Jorge Barata, Eduardo Fiel, Daum Nancy, Augusto Herkenhoff e Mario Navarro, Angelo de Aquino, entre outros. Os lances iniciais variam de R$ 10, por um prato de porcelana nacional, com decoração floral, a R$ 15 mil, valor pedido por um par de esculturas representando dignitários sobre elefantes.

Macaque in the trees
Um par de esculturas representando dignitários sobre elefantes está com lance inicial de R$ 15 mil (Foto: Divulgação)

Entre os lotes, vale destacar também o banco Mucki em jacarandá, estrutura em ripas, com apliques e botões também em jacarandá. A peça, idealizada pelo designer Sergio Rodrigues, pode ser arrematada a partir de R$ 10 mil. Já a poltrona Mole, outra peça famosa de Rodrigues, tem valor mínimo de R$ 10,5 mil. A peça, feita em jacarandá, fixada com percintas em couro soleta, possui estofamento em couro natural na cor caramelo e acompanha puff. Outra boa oferta é a tela "The More You Dream, The More You Are", de Carlos Anesi, cujo lance inicial é de R$ 15 mil.

Macaque in the trees
A poltrona Mole, outra peça famosa de Rodrigues, tem valor mínimo de R$ 10,5 mil (Foto: Divulgação)

Os interessados em participar do leilão devem se inscrever na plataforma Leilões BR e se habilitar para realizar ofertas. No site é possível ver fotos dos lotes disponíveis bem como ter informações das condições de pagamento.

Galeria de Fotos

Comentários

Tops da Gazeta