últimas notícias
As unidades seguirão os mesmos modelos e sistemas das lojas convencionais da Onii, ou seja, serão totalmente automatizadas
As unidades seguirão os mesmos modelos e sistemas das lojas convencionais da Onii, ou seja, serão totalmente automatizadas
Foto: DIVULGAÇÃO

Loja autônoma chega às periferias

Favela de Paraisópolis será a primeira a receber a eegloo, que surge da parceria entre a Onii, o grupo G10 das Favelas e a ONG Turma do Jiló

A capacitação de donos de pequenos negócios para comandar estabelecimentos autônomos, com pagamentos por meio de aplicativo e sem a necessidade de funcionários ou caixas, é o objetivo da eegloo, braço corporativo voltado para a criação de novos negócios nas periferias do Brasil, da Onii, loja autônoma que permite realizar compras diretamente via aplicativo.

O projeto acontece em parceria com o grupo G10 das Favelas e a Ong Turma do Jiló, sendo que a favela de Paraisópolis será a primeira a receber a iniciativa.

Em um primeiro momento, a Onii e a G10 das Favelas realizarão pesquisas para selecionar e capacitar donos de negócios regionais para comandarem os estabelecimentos. Os empreendedores também receberão mentoria e apoio jurídico. Já as unidades seguirão os mesmos modelos e sistemas das lojas convencionais da Onii, ou seja, serão totalmente automatizadas, funcionarão 24 horas por dia, sem funcionários e com pagamento por meio de aplicativo.

Leia Mais

Conheça três franquias para empreender em 2021

O faturamento será dividido em quatro partes: o empreendedor, o grupo G10 das Favelas, a ONG Turma do Jiló e a Onii – que receberá o valor equivalente aos custos de tecnologia e operação.

"Estamos criando parcerias com grandes empresas e com o Sebrae para que as pessoas afetadas na pandemia possam empreender, criar seus próprios negócios, sejam licenciados eegloo e até mesmo ter os seus produtos (bolos, tortas, salgados) disponíveis em nossas lojas", finaliza Ricardo Podval, sócio fundador da Onii.

Comentários

Tops da Gazeta