últimas notícias

Especialista dá dicas para arrematar imóvel

No momento de comprar a casa própria é preciso deixar as emoções de lado, segundo consultor jurídico Por Priscila Freitas De São Paulo

Para muitas pessoas, comprar um imóvel é realizar um sonho, para outras, significa fazer um investimento. Em qualquer caso, é importante deixar a emoção e ansiedade de lado, para olhar com mais coerência e conscientização para que todo o processo seja realizado da forma mais saudável possível.

Pensando nisso, o consultor jurídico imobiliário Marcus Novaes, listou algumas dicas para auxiliar no momento da compra de um imóvel

Saiba todas as despesas

Entenda muito bem sobre todas as despesas envolvidas nesse processo. Algumas pessoas sonham com a realização e se esquecem de todos os gastos envolvidos nessa transação. “Além do preço do imóvel, temos o valor da imobiliária, pagamento de impostos e despesas de escritura e também o Cartório de Registro de Imóveis. Portanto, esses valores devem ser incluídos no montante desse planejamento”, explica o consultor.

Localização

A compra de um imóvel não é a mesma que a de um produto cuja desistência pode ocorrer em sete dias e a troca em até 30 dias, como previsto no Código de Defesa do Consumidor, pois esta Lei não se aplica nesse cenário. Por isso, é importante tomar muito cuidado. “Aconselho o investidor, além de fazer a visita tradicional acompanhado pelo corretor para conhecer o imóvel, a visitar a região em dias e horários diferentes para ter noção de como é o ‘território’, costumo sempre citar o exemplo de dois casos que tive, um da feira livre e outro do buffet aos fundos do prédio, que foram descobertos apenas depois da mudança dos meus clientes (imagine a dor de cabeça!)”, diz Marcus.

Financiamento

Os financiamentos utilizam a lei de alienação fiduciária, o que facilita e desburocratiza o leilão do imóvel por parte dos credores, sem processo judicial. A partir do momento em que o imóvel não foi pago regularmente, o credor consegue facilmente iniciar o procedimento para retomar os direitos do imóvel no próprio Registro de imóveis.

Consultoria jurídica e imobiliária

Existem inúmeras Certidões a serem levantadas e analisadas antes de assinar a escritura do imóvel, tornando-se essencial a análise e interpretação dos resultados, pois muitas vezes possíveis apontamentos não inviabilizam o negócio. “A interpretação dessas informações e, as lacunas na lei, só são vistas de forma mais consciente por profissionais preparados”, finaliza.

Tops da Gazeta