últimas notícias

Cerca de 96 imóveis vão a leilão pelo Santander

Até o dia 29 de março, o Santander leiloa de forma online 96 imóveis com descontos de até 54% Por Priscila Freitas De São Paulo

Os leilões de imóveis dos bancos são vantajosos para economizar na hora de adquirir a casa própria e valem também quando o intuito é fazer das unidades um investimento. Até o dia 29 de março, o Santander leiloa de forma online 96 imóveis com descontos de até 54%.

As casas, terrenos, apartamentos e unidades comerciais ficam na Bahia, Espírito Santo, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Paraíba, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Sergipe e São Paulo. Os lances variam de R$ 42,6 mil a R$ 1,9 milhão.

Em Minas Gerais há imóveis em seis municípios, como Belo Horizonte, que tem um apartamento de 88,44 m² e uma vaga de garagem pelo lance inicial de R$ 246 mil. Já em Monte Mor, São Paulo, um apartamento com dois quartos e uma garagem sai a partir de R$ 92.700.

Na cidade do Rio de Janeiro, uma casa de 244 m² em um condomínio no Recreio dos Bandeirantes tem 3 vagas de garagem e está a partir de R$ 918 mil. Há outra casa em condomínio no estado, no município de Macaé, a partir de R$ 114 mil.

Se a procura for por imóveis no Sul, é possível arrematar um sobrado com quatro suítes, em Torres, no Rio Grande do Sul, pelo lance inicial de R$ 762.300, o que representa o desconto máximo de 54%. As unidades podem ser visitadas mediante agendamento pelo e-mail [email protected] Todos os lotes podem ser consultados pelo link: https://www.sold.com.br/santander.

O Santander possibilita o financiamento em até 420 meses, além de desconto para pagamento à vista. As unidades adquiridas virão com débitos de condomínio e IPTU totalmente quitados.

Os leilões são abertos a qualquer pessoa. Basta se cadastrar no site www.sold.com.br, criar um login e senha e se habilitar para ofertar lances no leilão de interesse. A partir daí, basta acompanhar os lances no dia marcado para o encerramento. O método usado na internet é o mesmo de qualquer leilão: quem der o maior lance, leva a oferta.

"Antes da compra é preciso observar se o imóvel está ocupado, ter ciência que além do valor do imóvel haverá comissão do leiloeiro e se atentar às possíveis dívidas pendentes, como condomínio e IPTU", afirma Henri Zylberstajn, leiloeiro da Sold.

Tops da Gazeta