últimas notícias

Homologada licitação para reforma do muro do Cemitério Areia Branca, em Santos

A obra é orçada em R$ 592.030,88, incluindo material, mão de obra e equipamento, ficando a supervisão a cargo da equipe técnica da Subprefeitura da Zona Noroeste Por Carlos Ratton De Santos

O processo de licitação para contratação da empresa que fará a reforma das laterais do muro do Cemitério Areia Branca foi homologado ontem (22), com publicação no Diário Oficial. A obra da empresa Engeterpa deverá iniciar em até 30 dias, com prazo de conclusão em oito meses.

A obra é orçada em R$ 592.030,88, incluindo material, mão de obra e equipamento, ficando a supervisão a cargo da equipe técnica da Subprefeitura da Zona Noroeste. Os dois trechos que necessitam de reforma somam 460 metros de extensão e estão localizados nas ruas Vereador Remo Petrarchi e Tomoichi Kobuchi – esta última com registro da queda de 20m do muro na última terça-feira (20).

Construído há 65 anos, o antigo muramento, que também é parede de fundo para as gavetas dos túmulos, não será demolido, segundo o projeto. Junto a ele será construído um novo muro e mais alto, com 4 metros de altura. Em 2016, o mesmo tipo de reforma foi realizado na parte de trás do cemitério, localizada na Rua Dona Olga Deon Coury Athiè.

Vistoria

O entorno do cemitério foi vistoriado mais de uma vez pelos engenheiros da Subprefeitura da Zona Noroeste, que não encontraram nenhum outro ponto que caracterize risco. Por medida de segurança, o trecho do incidente de 20 metros de extensão está isolado por tapume e fita zebrada, com mais 5 metros para margem de segurança, além de sinalização do desvio para pedestres.A medida permanece até o início da execução do serviço.

“Continuaremos fazendo vistoria no entorno para garantir que não haverá mais riscos à população”, explica o subprefeito da Zona Noroeste, Acácio Egas.

Tops da Gazeta