Edição de Hoje capa
Edições Anteriores
 
Quinta, 28 Fevereiro 2019 13:42

São Vicente teve superávit de R$ 38 milhões em 2018

As informações foram apresentadas à população em audiência pública realizada nesta semana no Plenarinho da Câmara Municipal
Segundo a Prefeitura, além de superávit, o Município manteve-se dentro dos limites legais de gastos com o funcionalismo Segundo a Prefeitura, além de superávit, o Município manteve-se dentro dos limites legais de gastos com o funcionalismo Nair Bueno/Diário do Litoral
Por Diário do Litoral
De Santos

São Vicente encerrou o ano de 2018 com um superávit de R$ 38 milhões. Isso significa que, no ano passado, o Município gastou menos do que arrecadou, com receitas na casa de R$ 1,013 bilhão e despesas de R$ 975 milhões. As informações foram apresentadas à população em audiência pública realizada nesta semana no Plenarinho da Câmara Municipal. Os valores citados incluem, além da Prefeitura, a Câmara, o Instituto de Previdência e a Caixa de Saúde.

Técnicos da Secretaria da Fazenda (Sefaz) atenderam ao convite do legislativo e apresentaram os dados referentes à execução orçamentária e cumprimento de metas fiscais do Município referentes ao terceiro quadrimestre de 2018.

Segundo a Prefeitura, além de superávit, o Município manteve-se dentro dos limites legais de gastos com o funcionalismo. No terceiro quadrimestre de 2018, a Cidade gastou 52,39% de suas receitas com o funcionalismo, abaixo dos 54% toleráveis pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), mas ainda acima dos 51,3% desejáveis no limite prudencial.

O vereador Jabá Bezerra (PSDB) comentou os números. "São Vicente passa por um processo de reconstrução. Claro que os dados ainda assustam, mas a Cidade teve que renegociar muitas dívidas, cortar na carne e renegociar pendências. Ainda tem muito o que melhorar, e é por isso que a população precisa acompanhar de perto esse momento".

Os dados apresentados no relatório confirmam o aumento da dívida consolidada do Município citadas pelo presidente da Comissão de Finanças e Orçamento. Ao final de 2018, esse número chegou a R$ 423,4 milhões (em dezembro de 2017, era de R$ 226,4 milhões).

O aumento se deve a uma série de renegociações assumida pelo Executivo. Ou seja, eram dívidas a serem pagas imediatamente, que foram renegociadas e fixadas em prestações para que a cidade não fique impedido de receber repasses.

Gazeta SP

Endereço
Rua Tuim – 101 A
Moema - São Paulo - SP - CEP 04514-100.
Fone: (11) 3729-6600

Contatos
Redação - editor@gazetasp.com.br
Comercial - comercial@gazetasp.com.br

Diretor Presidente
Sergio Souza

Editorias
Brasil / Mundo / Estado / Capital / Grande São Paulo / Litoral / Vale do Ribeira / Serviços / Previdência / Variedades / Casa & Decoração / Turismo / Cinema

Colunistas
Pedro Nastri /
Nilson Regalado / Nilto Tatto/ Nilson Regalado/ Marcel Machado

Diretor Executivo
Daniel Villaça Souza

Diretor de Negócios
Paulo Villaça Souza

Diretor Comercial
Roberto Santos

Jornalista Responsável
Nely Rossany

Endereço
Rua Tuim – 101 A
Moema - São Paulo - SP - CEP 04514-100.
Fone: (11) 3729-6600

Contatos
Redação - editor@gazetasp.com.br
Comercial - comercial@gazetasp.com.br

Diretor Presidente
Sergio Souza

Diretor Executivo
Daniel Villaça Souza

Diretor Comercial
Roberto Santos

Diretor de Negócios
Paulo Villaça Souza

Jornalista Responsável
Nely Rossany

Editorias
Brasil / Mundo / Estado / Capital / Grande São Paulo / Litoral / Vale do Ribeira / Serviços / Previdência / Variedades / Casa & Decoração / Turismo / Cinema

Colunistas
Pedro Nastri /
Nilson Regalado / Nilto Tatto/ Nilson Regalado/ Marcel Machado