últimas notícias

Trator que auxilia equipe de limpeza nas praias de Santos causa indignação em munícipes

Equipamento é usado para limpeza da areia e trafega mesmo quando a praia está cheia, trazendo risco de acidente Por Vanessa Pimentel De Santos

Um trator que percorre as praias de Santos junto com a equipe de limpeza e varrição da areia gerou indignação em pessoas que aproveitaram o domingo de Páscoa (21) na praia.

A ação é comum e pode ser vista diariamente, já que o equipamento possui rastelo, instrumento em forma de grade com dentes que fica preso ao trator e faz a varrição da sujeira encontrada na faixa úmida.

O problema é que durante o feriado, com sol e temperaturas elevadas, as praias ficaram lotadas e a operação envolvendo o trator ocorreu em horários de pico, trazendo risco de acidente.

No último domingo, entre 13h30 e 14h, o trator trafegava na faixa de areia, entre a praia do Gonzaga e o Canal 2, enquanto muitas crianças corriam desatentas - comportamento comum aos pequenos, passando em frente ou por trás do equipamento.

Em determinado momento, um pai precisou gritar o nome do filho pequeno que, distraído, caminhava em direção ao trator.

A cena gerou indignação e questionamentos sobre a autorização de um veículo de grande porte acessar a areia em dias de praia cheia e quanto ao horário que deveria ser feito este tipo de operação.

"Não entendo como um trator deste tamanho fica andando de um lado para o outro, desviando das pessoas em pleno dia de sol e feriado. Como a prefeitura autoriza isso? Cadê a logística de horários?", reclamou o pai, afirmando que o melhor horário para a limpeza com equipamentos deveria ser de manhã cedo, ou no fim do dia, quando as praias já estão mais vazias.

Audição prejudica

O risco de um atropelamento aumenta ainda mais porque o operador do equipamento precisa usar, seguindo as normas de segurança do trabalho, um abafador de ruídos, o que pode prejudicar um possível alerta de quem está na praia.

Respostas

Questionada, a Prefeitura de Santos informou que o serviço é feito diariamente no período da manhã, mas devido à grande quantidade de resíduos, por conta do feriado, a limpeza se estendeu até o período da tarde.

Disse também que todos os operadores possuem mais de 20 anos de experiência e passam regularmente por curso de atualização.

A limpeza feita pelos três tratores rastelos começa às 4h. Eles percorrem a faixa de areia úmida para retirar os resíduos trazidos pela maré. O ponto de partida é junto ao canal 3 e cada operador segue com o trabalho até a divisa com São Vicente e à Ponta da Praia.

Os resíduos são colocados em montes próximos aos canais e recolhidos por pá carregadeira e caminhões.

Já os garis entram na segunda etapa da limpeza, na parte seca da areia, às 6h da manhã.

Tops da Gazeta