últimas notícias

Prefeita de Ilhabela lamenta prisão de funcionário do Caps

Segundo informações da PM, o funcionário do Centro de Atenção Psicossocial (Caps) foi detido por tráfico de drogas Da Reportagem Do Litoral Norte

A prefeita de Ilhabela, Maria das Graças Ferreira dos Santos Souza, a Gracinha, lamenta o triste episódio de prisão em flagrante de um funcionário do Centro de Atenção Psicossocial (Caps) por tráfico de drogas, segundo informações da Polícia Militar (PM).

A prefeita Gracinha refuta essa prática criminosa e expressa a sua indignação com a ocorrência no ambiente destinado ao acolhimento, tratamento e recuperação de dependentes químicos, onde o vigilante preso trabalhava.

Lamentavelmente, após o caso policial ocorreram divulgações de inverdades, inclusive envolvendo a vida pessoal da prefeita.

Por isso, uma série de medidas foram adotadas, como:

- o afastamento imediato integral do homem do expediente do Caps;

- abertura de boletins de ocorrências pelas filhas da prefeita de Ilhabela para dirimir mentiras de indicação para contratação do homem preso e até de um inexistente relacionamento amoroso;

- abertura de apuração sobre o processo de contratação do vigilante dentro dos trâmites habituais do PAT (Posto de Atendimento do Trabalhador).

Por fim, a prefeita de Ilhabela reitera que colocou todas as informações necessárias à disposição da Justiça e reforça que é contra toda e qualquer prática ilícita.

A prefeita, também informa que, de acordo com a Secretaria de Saúde, a demissão da enfermeira que trabalhava no CAPS não está relacionada à questão do vigia e ocorreu em função de adequação interna e mudanças necessárias que as unidades e equipes de saúde estão vivendo para melhorar ainda mais os serviços prestados.

Tops da Gazeta