últimas notícias

Mundo

Funcionários de centro de testes no sistema
Funcionários de centro de testes no sistema "drive-thru" para exames de coronavírus nos EUA
Foto: SETH WENIG/ASSOCIATED PRESS

EUA podem se tornar novo epicentro do coronavírus, diz OMS

Nas últimas 24 horas, 85% dos novos casos de coronavírus diagnosticados no mundo são provenientes dos Estados Unidos ou da Europa

A OMS (Organização Mundial da Saúde) alertou nesta terça-feira (24), que os Estados Unidos podem se tornar o novo epicentro do novo coronavírus. Segundo a OMS, o crescimento acelerado do número de casos da Covid-19 representa potencial para o país se tornar epicentro da epidemia. Nas últimas 24 horas, 85% dos novos casos de coronavírus diagnosticados no mundo são provenientes dos Estados Unidos ou da Europa. As informações são da agência Reuters.

De acordo com a porta-voz da organização, Margareth Harris, dos 85% dos casos de infectados, 40% foram registrados nos EUA. Até segunda-feira (23), os Estados Unidos tinham registrado 31,5 mil casos de coronavírus.

Diante do crescimento dos casos, o presidente Donald Trump anunciou na segunda que vai iniciar testes clínicos para um possível tratamento usando uma combinação de antibiótico e remédio para malária. "Os testes clínicos em Nova York vão começar com drogas já existente que podem provar ser eficazes contra o vírus", declarou Trump.

Além disso, o país também adotou a quarentena. De acordo com o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, o isolamento deve durar de 10 a 12 semanas.

CRESCIMENTO DA PANDEMIA.

Nos últimos 4 dias os novos casos de coronavírus subiu em 100 mil, levando o total de pessoas infectadas a mais de 300 mil em quase todos os países do mundo. A informação foi dada na segunda-feira pelo diretor-geral da OMS, Tedros Ghebreyesus. "A pandemia está acelerando", disse Ghebreyesus.

Em 67 dias, os casos de Covid-19 atingiu a marca de 100 mil, mas levou apenas 11 dias para dobrar e atingir 200 mil casos e outros quatro dias para chegar a 300 mil casos.

 

Comentários

Tops da Gazeta