últimas notícias
Donald Trump e Joe Biden durante o primeiro debate; segundo debate será dia 15 e deverá ser virtual
Donald Trump e Joe Biden durante o primeiro debate; segundo debate será dia 15 e deverá ser virtual
Foto: Reprodução/GloboNews

Trump diz que não vai participar de debate virtual

Comissão decidiu que segundo debate será realizado de forma remota para 'para proteger a saúde e a segurança de todos os envolvidos'

Nesta quinta-feira (8), a Comissão de Debates Presidenciais anunciou que o segundo debate entre os candidatos Donald Trump e Joe Biden, marcado para 15 de outubro, será virtual. Trump disse que não participará do debate. Biden, por sua vez, não demonstrou insatisfação.

"Não, eu não vou desperdiçar meu tempo em um debate virtual. Isso não é debate", disse Trump em entrevista à emissora Fox Business. Para o presidente, a mudança no "estilo do debate" é inaceitável.

"Eu o venci facilmente no primeiro debate e esperava vencê-lo de novo no segundo", completou Trump, referindo-se a Biden.

Em seguida, o coordenador da campanha do atual presidente, Bill Stepien, publicou uma nota no site oficial de Trump indicando que a mudança no debate é uma “triste desculpa” para favorecer o concorrente. De acordo com o texto, Trump realizará um comício e não vai participar do debate.

"É patético que as criaturas do pântano da Comissão de Debate Presidencial corram agora em defesa de Joe Biden, cancelando unilateralmente um debate presencial", escreveu Stepien. "A segurança de todos os envolvidos pode ser facilmente alcançada sem cancelar a chance de os eleitores verem os dois candidatos frente a frente”, continuou.

Posteriormente, a diretora da campanha de Biden, Kate Bedingfield, afirmou que o democrata considera a oportunidade de participar de um debate virtual. "Biden espera falar diretamente ao povo americano e comparar seu plano de unir o país e reconstruir melhor com a liderança fracassada de Donald Trump diante do coronavírus, que lançou a economia forte que ele herdou na pior recessão desde a Grande Depressão", disse a diretora.

Decisão

De acordo com a decisão, o segundo debate será virtual "para proteger a saúde e a segurança de todos os envolvidos". O público participante e o moderador Steve Scully se reunirão em um centro de eventos em Miami, na Flórida. Os candidatos poderão participar por meio de videoconferência.

O co-presidente da Comissão de Debates Presidenciais, Frank Fahkenkopf, informou que os candidatos não foram consultados para a decisão final, porém, têm o direito de não participarem.

"Não há nenhuma lei que obrigue qualquer candidato presidencial a debater. Na verdade, em 1980, Jimmy Carter, presidente dos Estados Unidos, recusou-se a participar do primeiro debate, mas participou do segundo", afirmou Fahrenkopf em entrevista à CNN. "Portanto, cabe a cada candidato decidir se deseja debater ou não”, completou.

Comentários

Tops da Gazeta