Publicidade

X
CONFLITO

Líder de invasão pedirá a Putin que incorpore cidade ucraniana à Rússia

A tomada de Kherson é considerada até agora um dos principais sucessos militares de Moscou

Publicidade

Invasão do Exército russo à Ucrânia / Folhapress/Folhapress

Lideranças apoiadas por Moscou na região de Kherson, na Ucrânia, anunciaram nesta quarta-feira (11) que pedirão a Vladimir Putin que anexe o território à Rússia.


Segundo Kirill Stremusov, vice-chefe da administração civil-militar da região tomada pela russa durante a guerra, o objetivo é fazer de Kherson "um assunto da Federação Russa".


A tomada de Kherson é considerada até agora um dos principais sucessos militares de Moscou desde o início da guerra. Desde o início do mês, o rublo passou a ser a moeda corrente da região.


O Kremlin disse nesta quarta que cabe aos moradores que vivem no território ocupado a decisão de se juntar à Rússia, desde que essa opção tenha uma base legal.


O respaldo jurídico a que Moscou se refere poderia ser a realização de um referendo, que a Ucrânia, os EUA e outros aliados ocidentais acusam a Rússia de tentar promover para embasar de forma ilegítima sua invasão.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

VIOLÊNCIA E SEGURANÇA

Vale do Paraíba concentra quatro das seis cidades com maior taxa de homicídios e SP

A Secretaria de Segurança Pública divulgou dados sobre o cenário de criminalidade na Região

ELEIÇÕES 2022

Lula tem 43% contra 30% de Bolsonaro no estado de São Paulo, diz Datafolha

Em relação ao total do país, o petista tem menos eleitores em São Paulo

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software