Edição de Hoje capa
Edições Anteriores
 
Terça, 25 Setembro 2018 16:23

Maior safra de café da história vai injetar R$ 30 bilhões na economia

O 3º levantamento da safra 2018 de café, divulgado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) no dia 18, confirmou que o Brasil terá a maior produção da sua história. Ao todo, serão colhidas 59,9 milhões de sacas de 60 quilos, o que representa um crescimento de 33,2% em relação à safra passada, que alcançou 45 milhões de sacas. Essa colheita recorde deverá injetar perto de R$ 30 bilhões na economia brasileira até junho de 2019, boa parte desse recurso deve ficar em Santos, maior porto exportador do grão no mundo. Desse total, 45,9 milhões de sacas são do café arábica, de aroma e sabor mais acentuados. Já o café conilon, com mais cafeína e utilizado nos blends (mistura de grãos), deverá alcançar 14 milhões de sacas.

Os motivos do sucesso são o clima favorável desde a primavera de 2017 até o final da colheita, no inverno 2018, além da bienalidade positiva, característica dos cafeeiros de produzirem mais em um ano para reduzirem a carga de grãos na safra seguinte. O período mais recente de alta bienalidade ocorreu em 2016, quando o Brasil colheu 51,4 milhões de sacas, até então, a maior safra do grão na história.

Minas Gerais continua sendo o maior produtor, com 31,9 milhões de sacas. No Espírito Santo, a produção chegou a 13,5 milhões de sacas. Em São Paulo, a produção é exclusivamente de café arábica e chegou a 6,2 milhões de sacas. A Bahia teve uma produção de 2,9 milhões do conilon e 1,9 milhão do arábica.

Outro estado que apresentou bons resultados foi Rondônia, com 1,9 milhão de sacas. Os cafezais ocupam 2,16 milhões de hectares no País, área equivalente à de 2,16 milhões de campos de futebol.

Do Brasil para a China.
As exportações brasileiras de soja em grão, farelo e óleo de soja, vão beirar o recorde de US$ 38 bilhões (R$ 158 bilhões) em 2018. Sendo assim, o volume de receitas externas da oleaginosa é maior que o faturamento com as exportações brasileiras de petróleo
(US$ 15,5 bi) e da indústria de automóveis (US$ 11 bi) somados.

Legado japonês que matou...
Inaugurada em 1948, a escola rural Fujisaki vai fechar as portas após 71 anos de pesquisa devido ao baixo índice de natalidade no Japão.

Fome no pós-guerra...
Fundamental para o combate à fome que assolou o Japão no pós-guerra, a escola deixa também um legado para a humanidade, afinal foi no pomar do tamanho de três campos de futebol da Fujisaki que nasceu a maça Fuji, em 1972.

Encerra ciclo com nova maçã.
Antes de encerrar as atividades, porém, alunos e professores estão desenvolvendo uma nova maçã. De um vermelho profundo e intenso, a Fujikosha tem bom balanço entre doçura e acidez e surgiu de uma mutação genética natural.

‘Faça como o velho marinheiro...
Um cânion submarino gigantesco na costa da Irlanda pode ajudar a compreender melhor o papel dos corais na captura de carbono da atmosfera e sobre os efeitos do aquecimento global no mar.

Que durante o nevoeiro....
A expedição internacional pelo Porcupine Bank Canyon contou com pesquisadores da USP e fez um mapeamento inédito em alta resolução de uma área com profundidades de até três mil metros e extensão de 1.800 quilômetros quadrados, maior que a cidade de São Paulo.

Leva o barco devagar.
O cânion é um vasto sistema submarino, com penhascos verticais de até 700 metros. As amostras colhidas por um veículo submarino controlado remotamente ajudarão a entender a dinâmica de fenômenos climáticos nos últimos 10 mil anos. O mapeamento no cânion europeu complementa a descoberta recente de corais na foz do Rio Amazonas.

Gazeta SP

Endereço
Rua Tuim – 101 A
Moema - São Paulo - SP - CEP 04514-100.
Fone: (11) 3729-6600

Contatos
Redação - editor@gazetasp.com.br
Comercial - comercial@gazetasp.com.br

Diretor Presidente
Sergio Souza

Editorias
Brasil / Mundo / Estado / Capital / Grande São Paulo / Litoral / Vale do Ribeira / Serviços / Previdência / Variedades / Casa & Decoração / Turismo / Cinema

Colunistas
Pedro Nastri /
Nilson Regalado / Nilto Tatto/ Nilson Regalado/ Marcel Machado

Diretor Executivo
Daniel Villaça Souza

Diretor de Negócios
Paulo Villaça Souza

Diretor Comercial
Roberto Santos

Jornalista Responsável
Nely Rossany

Endereço
Rua Tuim – 101 A
Moema - São Paulo - SP - CEP 04514-100.
Fone: (11) 3729-6600

Contatos
Redação - editor@gazetasp.com.br
Comercial - comercial@gazetasp.com.br

Diretor Presidente
Sergio Souza

Diretor Executivo
Daniel Villaça Souza

Diretor Comercial
Roberto Santos

Diretor de Negócios
Paulo Villaça Souza

Jornalista Responsável
Nely Rossany

Editorias
Brasil / Mundo / Estado / Capital / Grande São Paulo / Litoral / Vale do Ribeira / Serviços / Previdência / Variedades / Casa & Decoração / Turismo / Cinema

Colunistas
Pedro Nastri /
Nilson Regalado / Nilto Tatto/ Nilson Regalado/ Marcel Machado