Edição de Hoje capa
Edições Anteriores
 
Quarta, 10 Abril 2019 11:37

Hortifrútis já subiram 10,1% neste ano

O Índice de Preços da Ceagesp fechou março com alta de 3,49%. Esta elevação reflete os estragos causados nas lavouras por chuvas acima da média e altas temperaturas registradas nas principais regiões produtoras do País, especialmente no Sul e no Sudeste. No primeiro trimestre de 2019, o Índice acumula alta de 10,14%. Nos últimos 12 meses, a inflação dos hortifrútis foi de 20,46%.

A alta de 3,49% em março foi menor que os 7,75% de fevereiro e indica a tendência para o próximo trimestre, quando as temperaturas mais amenas e a diminuição das chuvas devem aumentar a oferta e a qualidade dos hortifrútis. A Ceagesp é a maior central atacadista da América do Sul.

A qualidade continua bastante prejudicada, principalmente dos legumes mais sensíveis e das folhosas. Em março, a Região Metropolitana e parte do cinturão verde da Grande São Paulo registraram aumento de 27% no volume de chuvas em relação à média histórica do mês.

Com isso, o setor de frutas subiu 2,67%. As principais altas foram do caju (81,7%), do mamão formosa (59,5%) e da banana nanica (49,7%). Principais baixas: melancia (-25,6%) e maça fuji (-15,3%).

Nos legumes a inflação de março foi de 5,19%. Principais altas: cogumelo shimeji (51,4%), pimentão amarelo (42,7%) e tomate (34,9%). Principais baixas: chuchu (-48,8%) e berinjela (-18,2%). Nas verduras a elevação foi de 2,53%. Principais altas: cebolinha (55,8%), hortelã (37,9%) e couve (17,2%). Baixas: coentro (-25,4%) e rabanete (-19,2%).

O setor de diversos teve inflação de 16,25%. Principais altas: batata comum (35,3%), amendoim (25,3%) e alho argentino (23,9%). Principais quedas: coco seco (-4,6%) e milho de pipoca (-2,7%). Nos pescados, alta de 1,34%. Principais elevações: pescada (27,2%) e betara (23,2%). Baixas: sardinha congelada (-28,6%), curimbatá (-7,6%) e atum (-4,2%)

Biscoito feito com...
A Faculdade de Engenharia de Alimentos da Unicamp acaba de concluir estudo com um biscoito tipo snack feito com arroz e feijão. Batizado de “brasileirinho”, o biscoito é rico em fibras, tem alto valor proteico e pode ser consumido por pessoas com intolerância à lactose e ao glúten.

...arroz e feijão em breve...
O alimento tem validade superior a dois meses. Isto significa que o arroz e o feijão podem ser ‘carregados’ em uma bolsa ou mochila, e consumidos em qualquer situação. O “brasileirinho” aguarda interesse da indústria para transferência de tecnologia.

...nos supermercados.
O biscoito natureba supre a carência de alimentos do gênero para veganos, vegetarianos e pessoas com restrições alimentares uma vez que os biscoitos convencionais possuem alto teor de gorduras, muito sódio e volume considerável de açúcar, além de serem pobres em fibras.

Espetáculo da natureza...
Floradas precoces observadas em agosto de 2018 anteciparam a maturação dos grãos de café, que já estão para colheita em várias fazendas do Interior Paulista e do Sul de Minas Gerais.

...em cores e aromas!
A precocidade da safra 2019/2020 criou um contraste do verde esmeralda das folhas com o vermelho intenso dos grãos, num autêntico espetáculo de aromas e cores criado pela natureza. O clima mais quente no início de 2019 também antecipou o desenvolvimento dos grãos.

Filosofia do campo:
“Ele podia conhecer todos os pássaros do mundo pelo coração de seus cantos. Estudara demais nos livros. Porém aprendia melhor no ver, no ouvir, no pegar, no provar e no cheirar”, Manoel de Barros (1916-2014), poeta matogrossense.

Gazeta SP

Endereço
Rua Tuim – 101 A
Moema - São Paulo - SP - CEP 04514-100.
Fone: (11) 3729-6600

Contatos
Redação - editor@gazetasp.com.br
Comercial - comercial@gazetasp.com.br

Diretor Presidente
Sergio Souza

Editorias
Brasil / Mundo / Estado / Capital / Grande São Paulo / Litoral / Vale do Ribeira / Serviços / Previdência / Variedades / Casa & Decoração / Turismo / Cinema

Colunistas
Pedro Nastri /
Nilson Regalado / Nilto Tatto/ Nilson Regalado/ Marcel Machado

Diretor Executivo
Daniel Villaça Souza

Diretor de Negócios
Paulo Villaça Souza

Diretor Comercial
Roberto Santos

Jornalista Responsável
Nely Rossany

Endereço
Rua Tuim – 101 A
Moema - São Paulo - SP - CEP 04514-100.
Fone: (11) 3729-6600

Contatos
Redação - editor@gazetasp.com.br
Comercial - comercial@gazetasp.com.br

Diretor Presidente
Sergio Souza

Diretor Executivo
Daniel Villaça Souza

Diretor Comercial
Roberto Santos

Diretor de Negócios
Paulo Villaça Souza

Jornalista Responsável
Nely Rossany

Editorias
Brasil / Mundo / Estado / Capital / Grande São Paulo / Litoral / Vale do Ribeira / Serviços / Previdência / Variedades / Casa & Decoração / Turismo / Cinema

Colunistas
Pedro Nastri /
Nilson Regalado / Nilto Tatto/ Nilson Regalado/ Marcel Machado