últimas notícias

Acervo

Pescados, legumes e verduras puxam inflação

O índice de preços da Ceagesp apontou inflação de 0,71% em outubro. Ainda assim, o indicador acumula queda de 4,24% no ano. Com a volta das chuvas, a expectativa para os próximos meses é de novas altas nos preços com queda na qualidade dos hortifruti. No setor de frutas a inflação foi de 0,28%. Altas: carambola (42,6%), limão taiti (33,5%), kiwi estrangeiro (17,6%) e laranja pera (15,8%). Baixas: mamões havaí (-42,9%) e formosa (-14,3%), acerola (-15,9%) e bananas nanica (-14,9%) e prata (-10,7%).

O setor de legumes teve inflação de 1,83%. Altas: ervilha torta (47,2%), berinjela (33,8%), cará (21,0%) e pimentão verde (17,3%). Baixas: chuchu (-21,8%), pimenta cambuci (-15,8%), cenoura (-14,2%).

O setor de verduras teve inflação de 1,35%. Altas: couve flor (38,0%), rúcula (33,7%) e brócolis (29,0%). Baixas: salsão (-25,5%), louro (-16,0%) e hortelã (-14,8%).

Os preços no setor de diversos registraram queda de 5,99%. Baixas: cebola nacional (-29,5%), batatas lavada (-12,9%) e asterix (-3,8%) e alho nacional (-2,3%). Altas: alho chinês (9,1%) e amendoim (4,1%). O setor de pescados subiu 3,60%. Altas: tainha (23,5%), pescada (21,2%), sardinha fresca (16,7%), betara (15,8%) e abrótea (15,1%). Baixas: cavalinha (-15,1%), lula congelada (-13,9%) e corvina (-2,0%).

‘Trump, my friend,...
Em março, o governo Bolsonaro aboliu a exigência de visto de entrada para cidadãos norte-americanos, que passaram a ter livre trânsito em todo o território brasileiro. Na semana passada, pela primeira vez em três décadas, o Brasil votou na ONU a favor do embargo econômico imposto pelos EUA a Cuba. Apenas EUA, Israel e Brasil votaram dessa forma, contra outras 187 nações que se posicionaram contra o embargo.

...Brazil is yours...’
No comércio bilateral, o Brasil isentou de tarifas de importação 750 mil toneladas de trigo, cujo maior fornecedor são os EUA. Em outro aceno ao Tio Sam, Bolsonaro aumentou para 750 milhões de litros a cota de etanol de milho vindo dos EUA isentos de qualquer tarifa alfandegária. Antes, eram 600 milhões de litros livres de impostos.

...só que não!
Porém, Donald Trump parece não estar satisfeito com todas essas concessões. No final de outubro, o governo norte-americano comunicou ao governo Bolsonaro que manterá a proibição às importações de carne bovina brasileira, em vigor desde 2017. O Brasil exporta carne para outros 160 países.

Filosofia do campo:
"Eu canto a vida, eu canto a liberdade, como os lírios crescem em nossos campos, livres, selvagens... É preciso não ter medo. É preciso ter a coragem de dizer". Carlos Marighella (1911-1969), poeta e escritor baiano.

Tops da Gazeta