Edição de Hoje capa
Edições Anteriores
 
Sábado, 09 Novembro 2019 10:12

Ameaça em vapor

O apelo do cigarro eletrônico é maior entre os jovens, que acreditam que ele é menos perigoso que o tradicional - mas a realidade é bem diferente
Nos EUA, usuários de cigarro eletrônico estão, cada vez mais, adquirindo graves doenças pulmonares Nos EUA, usuários de cigarro eletrônico estão, cada vez mais, adquirindo graves doenças pulmonares Pixabay
Por Vanessa Zampronho
De São Paulo

O cigarro evoluiu e chegou à versão 2.0: as variantes eletrônicas viraram moda, especialmente entre os mais jovens. Os formatos são variados, uns se parecem com cigarros convencionais, outros com canetas, e alguns até com um pen drive. Em comum, esses produtos funcionam com líquidos que liberam vapor e outras substâncias quando são aquecidas.

Mas esses cigarros não são inofensivos, e trazem uma série de problemas. O primeiro deles é que a sua comercialização no Brasil é proibida por determinação da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Porém não é difícil encontrar esses produtos à venda: o contrabando e o mercado ilegal se encarregam de atender à demanda.

Por não ter a venda permitida, tanto o aparelho quanto os líquidos utilizados não têm certificação nem garantia de origem, e não dá para saber quais são as substâncias que os compõem. “Ainda não se tem uma clareza exata sobre a composição desses produtos. O que se sabe é que eles têm um alto poder de vício. Alguns líquidos possuem uma quantidade grande de nicotina, equivalente a 15 cigarros”, diz a psicóloga Mônica Andreis, diretora executiva da ACT Promoção da Saúde, que trabalha com políticas públicas de combate ao tabagismo, doenças crônicas e a favor de uma melhor qualidade de vida.

E por que esse tipo de cigarro é tão atraente para os mais jovens? “Parece um produto tecnológico, que tem todo aquele ar de modernidade. Além disso, ele é vendido com diferentes sabores, tem formatos atrativos, e as campanhas publicitárias são voltadas para os jovens, mostrando que é menos nocivo”, diz.

Não é à toa que, nos Estados Unidos, usuários desse tipo de cigarro estão, cada vez mais, adquirindo graves doenças pulmonares. Segundo os últimos dados divulgados pelo serviço de saúde norte-americano, 2.051 pessoas ficaram doentes e 39 delas morreram naquele país. E ainda não se sabe o que está causando essa epidemia.

No Brasil não há estatísticas oficiais sobre internações hospitalares decorrentes do uso do cigarro eletrônico. E, no caso da eventual liberação da venda dos cigarros eletrônicos, há um receio: o aumento no consumo por parte dos jovens. “O Brasil se destaca por ter conseguido reduzir o tabagismo na população, mas corremos um risco de se liberar um produto que pode viciar uma geração de jovens”. Na dúvida, não entre nessa onda.

ARTE Tipos de cigarro

Itens relacionados (por marcador)

Gazeta SP

Endereço
Rua Tuim – 101 A
Moema - São Paulo - SP - CEP 04514-100.
Fone: (11) 3729-6600

Contatos
Redação - editor@gazetasp.com.br
Comercial - comercial@gazetasp.com.br

Diretor Presidente
Sergio Souza

Editorias
Brasil / Mundo / Estado / Capital / Grande São Paulo / Litoral / Vale do Ribeira / Serviços / Previdência / Variedades / Casa & Decoração / Turismo / Cinema

Colunistas
Pedro Nastri /
Nilson Regalado / Nilto Tatto/ Nilson Regalado/ Marcel Machado

Diretor Executivo
Daniel Villaça Souza

Diretor de Negócios
Paulo Villaça Souza

Diretor Comercial
Roberto Santos

Jornalista Responsável
Nely Rossany

Endereço
Rua Tuim – 101 A
Moema - São Paulo - SP - CEP 04514-100.
Fone: (11) 3729-6600

Contatos
Redação - editor@gazetasp.com.br
Comercial - comercial@gazetasp.com.br

Diretor Presidente
Sergio Souza

Diretor Executivo
Daniel Villaça Souza

Diretor Comercial
Roberto Santos

Diretor de Negócios
Paulo Villaça Souza

Jornalista Responsável
Nely Rossany

Editorias
Brasil / Mundo / Estado / Capital / Grande São Paulo / Litoral / Vale do Ribeira / Serviços / Previdência / Variedades / Casa & Decoração / Turismo / Cinema

Colunistas
Pedro Nastri /
Nilson Regalado / Nilto Tatto/ Nilson Regalado/ Marcel Machado