Publicidade

X
Saúde

Planos de saúde são acionados por órgão federal para explicar reajustes

As empresas deverão discriminar cada percentual aplicado aos diferentes planos de saúde por faixa etária, bem como o percentual do total acumulado; confira se o seu plano de saúde está entre os notificados

Publicidade

Reajuste bateu recorde: 15,5% nos planos de saúde individuais e familiares / Arquivo/Agência Brasil

A Senacon (Secretaria Nacional do Consumidor), do Ministério da Justiça e Segurança Pública, notificou ontem diferentes planos de saúde após receber denúncias de aumentos nas mensalidades que podem ser considerados abusivos.

Após o último reajuste recorde da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) de 15,5% nos planos de saúde individuais e familiares, foram recebidos registros de percentuais ainda maiores aplicados aos valores pagos pelos consumidores, "na faixa de 80%, sendo que uma delas - a Unimed-Rio - teria aumentado as mensalidades em 133,45%", diz nota do Ministério da Justiça.

A Senacon enviou um ofício ao Procon do Rio de Janeiro para apurar este caso.

Foram notificadas a Bradesco Saúde, Notre Dame Intermédica Saúde SA, Amil, Hapvida, Sul América, São Francisco Sistema de Saúde Sociedade Empresarial Ltda, Grupo Hospital Rio de Janeiro Ltda, Prevent Sênior, Unimed Seguros Saúde S/A e Unimed-Rio Cooperativa de Trabalho Médico Ltda.

As empresas deverão discriminar cada percentual aplicado aos diferentes planos de saúde por faixa etária, bem como o percentual do total acumulado, informou a pasta.

"Deverão ainda apresentar, de forma discriminada, os itens que entram na composição final dos preços cobrados aos consumidores e a maneira como os reajustes estão sendo informados", complementa o informe.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Mundo

Nicolas Vlavianos, que criou esculturas no Arouche e na Sé, morre aos 93 anos

Segundo sua filha, Myrine Vlavianos, o artista passou os últimos seis meses entre idas e vindas do hospital

Estado

Bairro de Santos é tema de livro de suspense policial: Encruzilhada

Obra fictícia é a terceira do autor. História traz eletrizante suspense envolvendo uma relação familiar conturbada, homicídios misteriosos e cenários do dia-a-dia da Baixada Santista

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software