últimas notícias
Até o dia 25 de junho, mais de 4 milhões de doses foram aplicadas e 85,6% dos grupos prioritários foram imunizados
Até o dia 25 de junho, mais de 4 milhões de doses foram aplicadas e 85,6% dos grupos prioritários foram imunizados
Foto: Divulgação/PMB

Campanha de vacinação contra a gripe é prorrogada até 24 de julho na capital paulista

Vacinação deve seguir nas 468 unidades básicas de saúde (UBS) da cidade

A Campanha de Vacinação contra a gripe foi prorrogada até o dia 24 de julho na capital paulista. O cronograma inicial previa o encerramento da campanha nesta terça-feira (30). De acordo com a Coordenadoria de Vigilância em Saúde (Covisa), a vacinação deverá seguir nas 468 unidades básicas de saúde (UBS) de São Paulo.

A campanha foi iniciada no dia 23 de março, que imunizou idosos e profissionais da saúde na primeira fase. Este grupo prioritário e a população indígena atingiram 100% da cobertura vacinal.

Até o dia 25 de junho, mais de 4 milhões de doses foram aplicadas e 85,6% dos grupos prioritários foram imunizados. No entanto, a meta da gestão municipal é atingir 90% dessa população.

A vacina contra a gripe não imuniza contra a Covid-19, mas auxilia os profissionais da saúde na detecção da doença, pois os sintomas são parecidos.

A orientação aos profissionais que trabalham na campanha é para que haja organização de fila no local. Também são orientados a realizar uma triagem com identificação de sintomático respiratório, como febre, tosse, coriza ou falta de ar.

Se o paciente apresentar um dos sintomas, o profissional deve colocar máscara e adiar a imunização da pessoa, além de recomendar o isolamento domiciliar.

 

Comentários

Tops da Gazeta