últimas notícias

‘São poucas as pessoas que podem viver da TV’

Em conversa com a Gazeta, Andréa Nóbrega contou um pouco de seu novo empreendimento, revelou o que conhecia do ramo e falou da sua experiência como Youtuber Da Reportagem De São Paulo

Andréa Nóbrega, ex-mulher do Carlos Alberto de Nóbrega, investe em empório na capital paulista com os sobrinhos, planeja abrir mais uma unidade e criar franquias do negócio.

Em conversa com a Gazeta, a empresária contou um pouco de seu novo empreendimento, o Empório Espaço de Minas, revelou o que conhecia do ramo e falou da sua experiência como Youtuber.

GSP - O que te motivou a investir em algo tão diferente do que fazia anteriormente?

AN - Já tive clínica de estética, trabalhei em televisão...precisava ter alguma coisa para o futuro, porque são poucas as pessoas que podem viver da TV. Em outubro o empório fará dois anos e graças a Deus está sendo um sucesso, pois estamos sempre nos aperfeiçoando para trazer as delicias de Minas Gerais aos nossos clientes.


GSP - Você não conhecia praticamente nada do ramo, como surgiu essa ideia?

AN - Para mim Minas era só queijo branco (risos). A ideia foi da Camila, minha sobrinha, ela é a pura mineira de BH. A Camila e o Márcio, meu sobrinho também, tinham o desejo de montar um espaço com alguns produtos e decidi entrar com o capital.


GSP - E como foi sua imersão nesse tipo de negócio?

AN - Viajei para Minas Gerais para conhecer a culinária local bem de perto. Fiquei encantada, quis saber cada detalhe e estar a par de tudo.


GSP - Como estão os negócios atualmente?

AN - Iremos abrir um segundo espaço e futuramente disponibilizar franquias, tudo sempre com bastante cautela, claro.


GSP - Em um dado momento da sua carreira você criou um canal no YouTube, pode falar um pouco sobre o assunto?

AN - Dei uma parada com um canal, estava com muita pegada de televisão. Parei antes que as pessoas começassem a achar um porre (risos). Atualmente não pretendo retomar o canal, quero tocar meus negócios. Inclusive, meus projetos futuros são tocar os meus negócios.


GSP - Tem alguma proposta ou voltaria para a TV?

AN - Não! Voltaria para a TV para um reality show, talvez.


*Matéria produzida por Priscila Freitas

Tops da Gazeta