últimas notícias

Voar em Caraguatatuba é aventura o ano todo

Os voos de AsaDelta e Parapente em Caraguá são possíveis durante todos os dias o ano inteiro e, não deixa ninguém de fora, conta com projeto especial para Pessoa com Deficiência Por Patrícia Rosseto Do Litoral Norte

Todo nós um dia consideramos voar ou, apenas sonhamos estar sobrevoando sobre cidades e paisagens. Até mesmo, certamente já ouvimos aquele amigo perguntado qual o poder de um super herói você escolheria. Provavelmente a resposta foi voar, acertei? E, porque não realizar este sonho? Será que ele é tão distante e inalcançável?

O Caragua Fly, há 20 anos voando em Caraguá oferece voos de Asa Delta e Parapente para quem quiser voar sem fazer o curso. “Só vai curtir, preciso de ajuda na hora de decolar, correr, depois é aproveitar. Pode levar câmeras, celulares, para registrar as imagens das cidades de Caraguá, Ilhabela e toda a orla da Praia do Centro. Nos encontramos na área de pouso e subimos o Morro Santo Antônio de bugue”, explicou Samuel de Oliveira Monteiro.

De acordo com ele, os voos duram de oito a 16 minutos, porém, parecem muito tempo para quem está lá em cima. “Os voos podem até durar mais tempo, tudo depende das condições climáticas”, pontuou.

Samuel contou que o Caragua Fly tem o Projeto Voo Sem Limites, especial para pessoa com deficiência (PCD), que agora começa parceria com a Prefeitura de Caraguatatuba. “Assim como existe o Projeto Praia Acessível, agora terá o Voo Sem Limites em parceria com a Prefeitura”. O esporte não conta com impacto, acrescentou ele.

Voar em Asa Delta e Paraglider (parapente) são considerados esportes radicais, porém, se engana quem acredita que só jovens praticam ou começam a praticar a modalidade bem cedo, o esporte é para todos, desde que se tenha mais de 16 anos e a saúde em dia e, claro, um preparo psicológico para o voo.

Para isso têm os instrutores preparados e devidamente credenciados para te ajudar. E, muita atenção, os instrutores devem ser credenciados e homologados pela Confederação de Voo Livre do Brasil (CBVL).

O custo é de R$ 180 por pessoa e a equipe trabalha todos os dias. Para agendar com o Caraguá Fly é só falar com o próprio Samuel, pelo telefone (12) 9 8142.0422 ou através do e-mail [email protected]

Curso para voos solo

Agora, se você quer aprender a voar em Caraguatatuba e depois ganhar asas por todo país, o curso é ideal. Para isso é muito importante que um iniciante procure por uma escola especializada nestas modalidades e credenciada. Os principiantes terão o apoio integral da escola, inclusive, os equipamentos como a asa, arreio, mosquetão, capacete, entre outros.

A escola ensina a usar o equipamento, muito importante principalmente para segurança durante os voos solos que virão a seguir do aprendizado inicial. A quantidade de aulas para aprender a voar, depende diretamente do desempenho individual, ou seja, cada aluno tem seu tempo de aprendizado, de acordo com as escolas, a média é de 15 aulas práticas.

Tanto o aprendizado quanto o dia certo para voar também depende diretamente das condições climáticas, como a maioria das práticas esportivas outdoors. Caraguá é uma cidade que conta com o clima favorável o ano todo, outros pontos de voo nem sempre tem esta sorte.

As aulas práticas se iniciam no Morrinho Shibata, depois passam para o Morrinho da Martin de Sá, e então, por último Morro Santo Antônio, com 350 metros de altura onde acontecem Voos de Batismo. Quem concluiu o curso recebe Carteira de Piloto Nível I, que viabiliza voar por todo país.

Melhor época: o ano todo

Acesso: A partir da Rodovia Rio-Santos. Acesso pavimentado até rampa Sul, mais 100 metros de estrada terra batida, íngreme até rampa leste. Um ponto de referência para localizar o morro é o Fórum de Caraguatatuba, o morro situa-se em frente ao Fórum.

Tops da Gazeta