últimas notícias

Acervo

Curitiba e sua modernidade

Conhecida por seu planejamento urbano moderno e por suas áreas verdes, Curitiba conta com bons atrativos para os seus visitantes Por Priscila Freitas De São Paulo

Quem visita Curitiba sai da cidade encantando com sua arquitetura moderna, suas áreas verdes e seu sistema de transporte público eficiente, o que contribui para o turismo. E o que não faltam em Curitiba são atrações turísticas que merecem ser exploradas durante todo o ano. Pelas ruas e espaços verdes da capital, moradores e turistas podem apreciar cartões-postais que são pura nostalgia ou que mostram a riqueza natural, histórica, religiosa e cultural da cidade. Vários desses locais, inclusive, passaram ou estão passando, desde 2017, por renovações feitas pela Prefeitura.

“Desde o início da gestão do prefeito Rafael Greca, cartões-postais de Curitiba foram revitalizados para garantir uma experiência ainda melhor para quem os visitam”, salienta a presidente do Instituto Municipal de Turismo, Tatiana Turra. Ela cita como exemplos o Bondinho da Rua XV de Novembro, a Capela da Glória, a passarela do Parque Tanguá, a Rua Trajano Reis e a Torre Panorâmica das Mercês.

Ela lembra também que, até o início do segundo semestre, curitibanos e turistas poderão voltar a apreciar outra atração imperdível da cidade, o Palácio Belvedere, na Praça João Cândido, no bairro São Francisco. “Belo exemplo do estilo art nouveau, na capital, o Palácio Belvedere, foi incendiado no fim de 2017 e está sendo totalmente restaurado pela Prefeitura”, salienta Tatiana.

Além de seu lado histórico, Curitiba tem revela lados mais descolados em suas ruas, alamedas e avenidas. Com bares, brechós, lojas, cafés, coletivos e casas noturnas, esses endereços merecem ser explorados por turistas por reunirem locais que caíram nas graças de jovens antenados e apaixonados por boa gastronomia, cultura, movimentos colaborativos, moda autoral e bicicletas.

“Curitiba tem se transformado e vem ganhando novos empreendimentos criativos por toda a cidade. Com clima meio Brooklyn, meio Berlim, muitas dessas vias têm um cenário inspirador, inclusive, com criativos grafites adornando muros e prédios”, destaca Tatiana Turra. Curitiba se tornou uma das mais belas cidades do sul do país e o ViajaNet separou alguns passeios imperdíveis para quem for visitar a capital paranaense.

Santa Felicidade

Esse é o bairro mais italiano de Curitiba e é repleto de cantinas e restaurantes para comer durante o dia ou à noite. Dentre eles, o mais conhecido é o Madalosso, maior restaurante da América Latina, com capacidade para 4.500 pessoas. O bairro tem outros locais de interesse, como a Igreja de São Judas Tadeu e o Curitiba Antique Car, um espaço dedicado aos apaixonados por carros.

Batel

Um dos bairros mais nobres da cidade, o Batel tem ar residencial e exibe um belo casario, mas tem diversos outros atrativos. Lá estão a Praça Espanha, ponto de encontro de crianças, adultos e jovens, que abriga uma feira de antiguidades aos finais de semana; a praça do Japão, inspirada nos Jardins orientais, com uma bela biblioteca, e o Hard Rock Café, único restaurante da famosa cadeia no Brasil.

Rua das Flores

Este pedaço da rua XV de Novembro, mais conhecido como “Rua das Flores”, foi a primeira avenida no Brasil fechada para o trânsito de veículos. É, é outro lugar marcante da cidade e conta com restaurantes, lojas e cafés, além de fotogênicos prédios históricos, artistas de rua e, claro, bancas de flores. Rua XV de Novembro – Matriz.

Curitiba é considerada a capital nacional da cerveja artesanal

Considerada a capital nacional da cerveja artesanal, Curitiba (e região) concentra a maior produção brasileira, com 33 cervejarias e cerca de 400 mil litros mensais.

Desde 2017, a Prefeitura lançou o programa Curitibéra, que veio para unir os micro cervejeiros, posicionando a capital como um destino referência da cultura de cerveja artesanal. “Essa cultura veio com as diferentes colonizações europeias que chegaram à cidade, dos alemães, poloneses, ucranianos e russos”, lembrou a presidente do Instituto Municipal de Turismo, Tatiana Turra.

Ela lembra ainda que o programa prevê diversas ações de fomento ao setor, como capacitações, apoio a eventos e o Mapa Cervejeiro de Curitiba e Região Metropolitana. “Com isso, conseguimos fortalecer a economia da região com a criação de novos produtos turísticos, entre eles a cerveja”, afirmou.



NÃO DEIXE DE CONHECER



turismo opera de ar me curitiba cred vbacarin 859Ópera de Arame: A Ópera de Arame, com estrutura tubular e teto transparente, é um dos símbolos emblemáticos de Curitiba. Inaugurada em 1992, acolhe todo tipo de espetáculo, do popular ao clássico, e tem capacidade para 1.572 espectadores.
(Foto: Vinicius Bacarin)



turismo jardim bot nico curitiba cred detanan 857Jardim Botânico: Um dos pontos turísticos mais visitados de Curitiba, o local foi inaugurado em 1991. Criado à imagem dos jardins franceses, estende seu tapete de flores aos visitantes logo na entrada.
(Foto: Detanan)



pa o da liberdade credito orlando kissner smcs 855Paço da Liberdade: Construção de 1916 com detalhes nos estilos neoclássico e art nouveau e antiga sede da Prefeitura de Curitiba. Foi restaurado, mantendo as características originais do edifício. Dentro é possível observar amostras da pintura original e trechos do sistema de escoamento de água através de pisos de vidro (antes do prédio da Prefeitura, o local abrigava o Mercado Municipal).
(Foto: Orlando Kissner/SMCS)

Tops da Gazeta