Publicidade

X

Capital

Prefeitura de SP multa organização de ato pró-Lula

Segundo a prefeitura, o grupo não tinha autorização prévia para realizar a ação. O candidato à presidência Fernando Haddad também esteve no ato Da Reportagem De São Paulo

dothCom Consultoria Digital

Publicado em 18/09/2018 às 11:25

Atualizado em 18/09/2018 às 14:26

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

A Prefeitura Regional da Sé multou em R$ 3,4 milhões a Frente Brasil Popular, que realizou um evento pró-Lula na avenida Paulista na tarde do último domingo, com shows de diversos artistas.

Segundo a prefeitura, o grupo não tinha autorização prévia para realizar a ação. O candidato à presidência Fernando Haddad (PT) também esteve no ato.

Ana Canãs, Odair José, Edgard Scandurra, Aila, Otto, Marcelo Jeneci e Ilú Oba di Min foram alguns dos nomes confirmados no “Festival Lula Livre”. Ele aconteceu às 12h na esquina com a alameda Ministro Rocha Azevedo.

Um acordo firmado entre a Prefeitura de São Paulo e o Ministério Público impede a realização de eventos na avenida. O prefeito regional da Sé, Eduardo Odloak, diz que apresentou outras opções de locais para o grupo, como Vale do Anhangabaú e a Praça da República, mas a proposta não foi aceita.

A assessoria de imprensa da Frente Brasil Popular disse que, em seu entendimento, não infringiu nenhuma lei.

Apoie a Gazeta de S. Paulo
A sua ajuda é fundamental para nós da Gazeta de S. Paulo. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós da Gazeta de S. Paulo temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para a Gazeta de S. Paulo continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

rodovia Padre Manoel da Nóbrega

Rodovia que corta o Litoral terá 12 pontos de pedágio; veja os locais

Caso os pontos de cobrança da rodovia tenha o valor máximo, o preço total pago em pedágios para cortar a Padre Manoel da Nóbrega será de R$ 72

Lote Litoral Paulista

Rodovias privatizadas no Litoral devem ter 15 pontos de pedágio; veja os locais

Concessão da Parceria Público-Privada possui 213 quilômetros de extensão em rodovias ligando o Alto Tietê ao litoral sul de São Paulo

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter