Publicidade

X

Grande São Paulo

Motorista derruba ponto de ônibus em Taboão da Serra

Motorista de um Hyundai i30 perdeu o controle, atingiu o ponto de ônibus e fugiu do local sem atendimento no domingo (16) Por Matheus Herbert De São Paulo

dothCom Consultoria Digital

Publicado em 17/09/2018 às 21:22

Atualizado em 18/09/2018 às 14:26

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

Até o final da tarde de hoje (17), o motorista que perdeu o controle do carro e atingiu um ponto de ônibus na região central de Taboão da Serra não havia sido identificado. O acidente aconteceu na madrugada de domingo e deixou o ponto de ônibus da praça Nicola Vivilechio parcialmente destruído. Ninguém ficou ferido.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), que atendeu a ocorrência, o motorista de um Hyundai i30 preto, placa ENR 8690 de São Paulo, perdeu o controle e colidiu com violência contra o ponto. Após o acidente, o motorista fugiu do local sem atendimento médico. O Corpo de Bombeiros da cidade também participou do atendimento.

Testemunhas que viram o acidente relataram que o motorista vinha pela rodovia Régis Bittencourt, na pista sentido São Paulo, quando perdeu o controle do veículo, subiu na calçada e atingiu a parada de ônibus. Com a violência do impacto, o carro tombou e voltou para a rodovia.

Procurada pela reportagem, a PRF informou que enviará um oficio para a Polícia Civil de Taboão da Serra investigar o caso e localizar o condutor. Até o fechamento desta edição, o oficio não havia chegado no 1ºDP de Taboão da Serra.

Segundo o secretário de transporte e mobilidade urbana de Taboão da Serra, Gerson Brito, o ponto de ônibus destruído no acidente é intermunicipal e, portanto, de responsabilidade da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU). “Nós [prefeitura] fizemos toda proteção para evitar outros acidentes, mas quem vai resolver essa situação, reparar o equipamento, é a EMTU, que é a responsável pelo ponto. Já estamos entrando em contato para pedir celeridade nesse caso”, disse o secretário.

A EMTU informou à Gazeta que enviou técnicos ao local do acidente e que ainda não existe um prazo para a reconstrução da parte que ficou destruída. A empresa ainda informou que os serviços serão realizados o mais rápido possível.

Apoie a Gazeta de S. Paulo
A sua ajuda é fundamental para nós da Gazeta de S. Paulo. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós da Gazeta de S. Paulo temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para a Gazeta de S. Paulo continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

EM MARÇO

Venda de carros 100% elétricos teve aumento de 973% em relação ao ano passado

Os híbridos venderam 7.411 exemplares em março, com aumento de 9,5% em relação a fevereiro deste ano e de 37,4% em comparação a março de 2023

ECONOMIA

O que é o arcabouço fiscal e por que ele é tão importante?

Sistema veio em substituição ao regime de teto de gastos, vigente desde o governo Temer até o fim de 2022

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter