X

Brasil

Polícia prende oito acusados de estupros em Minas Gerais

As vítimas eram parentes dos acusados, têm entre 9 e 11 anos de idade e em quase todos os casos foram violentadas em casa Por Estadão Conteúdo

dothCom Consultoria Digital

Publicado em 18/09/2018 às 23:40

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

Uma operação da Polícia Civil de Unaí (MG) prendeu oito suspeitos de estupros ocorridos na região. As vítimas eram parentes dos acusados, têm entre 9 e 11 anos de idade e em quase todos os casos foram violentadas em casa.

Os suspeitos tiveram as prisões decretadas e acabaram localizados nos municípios mineiros de Unaí, Cabeceira Grande e Paracatu, além do Estado de Goiás e do Distrito Federal. Eles foram apresentados à imprensa na tarde desta segunda-feira.

A Operação Bastit, como foi denominada em alusão à deusa egípcia protetora do lar, começou em agosto após a Delegacia da Mulher receber muitas denúncias do tipo.

Em nota, a Polícia Civil informou que os envolvidos responderão por estupro de vulnerável, cuja pena vai de 8 a 15 anos de reclusão.

Esclareceu ainda que os crimes foram comprovados durante a apuração e que os investigados "valendo-se das condições de parentesco - filha, enteada, sobrinha e neta - e coabitação, praticavam atos sexuais com crianças". E que os policiais fizeram as prisões com cautela para evitar "danos psicológicos às vítimas, uma vez que todas tinham envolvimento emocional" com os suspeitos.

Relação

Entre os homens presos consta um de 42 anos que se apresentava como "pregador do evangelho". Ele é acusado de estuprar duas filhas e duas sobrinhas, a mais nova com 9 anos. Outros suspeito tem 58 anos e teria engravidado a neta de 13 anos.

Para a Polícia Civil, esse tipo de crime causa desestruturação e possibilita "que tal violência se perpetue num ciclo vicioso, pois muitas das vítimas de hoje se tornarão agressores amanhã". A reportagem não conseguiu contato com os advogados dos envolvidos.

Apoie a Gazeta de S. Paulo
A sua ajuda é fundamental para nós da Gazeta de S. Paulo. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós da Gazeta de S. Paulo temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para a Gazeta de S. Paulo continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

ATENÇÃO MOTORISTAS

Perdeu a placa do veículo? veja o passo a passo do Detran-SP para emitir uma nova

Só é permitida a emissão de uma nova placa se o veículo estiver devidamente licenciado, com todas as taxas em dia e sem multas pendentes

Oportunidade

TRF vai iniciar inscrições de concurso com salários de até R$ 13,9 mil; veja cidades

Ao todo, são 263 vagas para os níveis técnico e superior; Inscrições iniciam dia 29 de abril e seguem até o dia 28 de maio

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter