X

Brasil

Não vou ser pau mandado de banqueiro, diz Alckmin sobre Bolsonaro

Em referência a Bolsonaro e Paulo Guedes, Alckmin afirmou que não será "pau mandado de banqueiro para reduzir imposto de renda de rico" Por Folhapress

dothCom Consultoria Digital

Publicado em 24/09/2018 às 23:00

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

O ex-governador de São Paulo e candidato à Presidência Geraldo Alckmin (PSDB) centrou fogo em Jair Bolsonaro (PSL) durante caminhada pelo Mercadão de Madureira, zona norte do Rio de Janeiro, na tarde desta segunda-feira (24).

"Eu não vou ser pau mandado de banqueiro para aumentar imposto, para reduzir imposto de renda de rico, para criar a CPMF, para onerar o povo", disse, em referência a Bolsonaro e seu guru econômico, Paulo Guedes.

Alckmin afirmou, ainda, que Bolsonaro não será capaz de impedir a volta do PT à Presidência, mesmo que, segundo ele, algumas pessoas votem no candidato do PSL por acreditarem que apenas ele poderia vencer a candidatura petista.

"Tem uma parte das pessoas, até bem intencionadas, que acham que para vencer o PT é [preciso votar em] Bolsonaro e não é. Ele não dá conta de vencer o PT e não dá conta do governo."

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Vai prestar vestibular?

Vestibulinho das Etecs divulga maiores notas de corte para cursos

Estão inscritos no processo seletivo 74.142 candidatos; prova do Vestibulinho será aplicada em 9 de junho

Agenda do Governador

Entrega de habitação marca agenda do governador

Tarcísio fará entrega de conjuntos habitacionais e participará de conferência juntamente com prefeito

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter